PANDEMIA DO CORONAVÍRUS PODE NOS CAPACITAR A EXIGIR MUDANÇAS EM NOSSO MUNDO

Posted by Thoth3126 on 24/03/2020

Enquanto tento passar meu tempo preso na Itália em quarentena e aceitar a “nova normalidade” em meu país, penso frequentemente em minha avó e no seu certificado de graduação de 1943 que já estava em exibição em sua sala de estar. “Victor Emmanuel, rei da Itália e Albânia, imperador da Etiópia”, o certificado proclamando em caracteres floridos “concede o grau de médico a …”.  O documento de graduação em medicina de minha avó é uma prova da resiliência humana e de nossa capacidade em enfrentar as adversidades e superá-las.  “Desde o final da Segunda Guerra Mundial”, como declarou o presidente do Parlamento Europeu David Sassoli  sem rodeios , “não enfrentávamos uma crise tão dramática”

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

A pandemia de coronavírus pode nos capacitar a exigir mudanças

A mobilização para combater o vírus mostra que podemos transformar drasticamente nosso sistema e sociedades para combater uma ameaça.

Por Lorenzo Marsili – Fonte: https://www.aljazeera.com/

O fato de uma jovem ter conseguido se formar no auge da Segunda Guerra Mundial, sob uma chuva de bombas caindo, numa Itália fascista, me lembra que os humanos são capazes de realizar grandes coisas em circunstâncias impossíveis.

Um solitário entregador de máscara protetora é visto andando de bicicleta em Campo de Fiori, enquanto a Itália entra em confronto com o coronavírus, Roma, Itália, março de 2020. [Remo Casilli / Reuters]

Penso também nesse certificado de graduação hoje porque é de uma época em que não era “o negócio habitual” na Europa uma mulher jovem se formar em medicina. É de uma época em que uma catástrofe como a segunda guerra mundial veio e mudou tudo. Após o final da Segunda Grande Guerra Mundial, as pessoas que vivem na maioria das democracias ocidentais não enfrentaram outra ameaça grave o suficiente para fazê-las alterar drasticamente a maneira como vivem nas últimas sete décadas. Houve protestos generalizados, crises políticas e alguns desastres naturais, mas, em geral, a vida continuou como de costume para a grande maioria da população. 

Ou seja, até hoje, em 2020. A pandemia do COVID-19 que está assolando o mundo, com a Europa como seu novo epicentro, interrompeu a vida cotidiana no Ocidente de uma maneira que não era vista na história recente.  Obviamente, o nível de devastação não chega nem perto do que nossos avós experimentaram durante as guerras mundiais. No entanto, a vida está parada em muitos países. Lojas, cafés, bares e restaurantes estão fechados. Escolas e universidades estão fechadas. Os aeroportos estão desertos. As ruas das grandes cidades estão vazias. Os distritos comerciais estão vazios. Cafés, bares e restaurantes não abrem. Quase da noite para o dia, as pessoas foram forçadas pelas circunstâncias não previstas a mudarem sua maneira de viver completamente. 

“Desde o final da Segunda Guerra Mundial”, como declarou o presidente do Parlamento Europeu David Sassoli  sem rodeios , “não enfrentávamos uma crise tão dramática”. Até hoje, nós, europeus, assistimos guerras, secas, golpes, revoluções e epidemias à distância e participamos delas apenas remotamente através de apelos, doações e manifestações. Agora, no entanto, a crise está porta de todos, sem exceção e está mudando nossas vidas. Poderia ser uma chance para finalmente tomarmos novas medidas para enfrentar os desafios globais críticos de nosso tempo? 

Nos últimos anos, tem sido repetidamente argumentado que o mundo ocidental não é capaz de mudar seus caminhos e responder com eficiência às ameaças. Enquanto o “dogma neoliberal” dos globalistas  defendia um papel cada vez menor da intervenção pública, as democracias ocidentais pareciam menosprezadas pelo livre mercado e pisoteadas por uma rede de interesses corporativos e os fluxos [cassinos] financeiros. 

Mas a pandemia de coronavírus, e a maneira como a Europa reagiu, aumentaram as esperanças de que uma mudança seja possível. 

O atual governo italiano é a personificação dos problemas enfrentados pelas democracias ocidentais hoje – fracas, caóticas, inepta e muitas vezes inconclusivas. E, no entanto, diante de uma crise existencial, conseguiu impor uma quarentena em todo o país, organizando partes da economia para combater a escassez e reinvestir em serviços públicos. Enquanto isso, o povo italiano, que está tão investido na atual ordem mundial quanto qualquer outra nação ocidental, se uniu e mudou seu modo de vida para ajudar a erradicar o vírus.

Um país profundamente polarizado, liderado por um governo de coalizão fraco, agora está descobrindo reservatórios de poder e resiliência que provavelmente nunca imaginou ter. E o que está acontecendo na Itália não é um caso isolado: a Espanha, por exemplo, acaba de aprovar uma legislação que permite assumir todos os prestadores de serviços de saúde privados do país – outra política que contraria as décadas do fundamentalismo de livre mercado da elite globalista. 

“Vimos que os governos podem agir e as pessoas podem mudar seu comportamento, em um período muito curto”, disse May Boeve, diretor do movimento climático  350.org . E podem fazê-lo contra um modelo econômico que antes parecia impossível de contestar.  Quando as pessoas responderam à ameaça representada pela pandemia, demonstraram que é possível transformar rápida e drasticamente nosso sistema e sociedades.

E se agora levássemos essa consciência além da emergência atual? Essa é uma pergunta urgente, porque há uma grande depressão econômica global no horizonte, talvea a maior de todas da história humana. Potencialmente, pode levar a mais guerras, maior autoritarismo e ainda maior injustiça econômica e social. Ou pode nos capacitar a exigir a necessária transformação de um sistema em crise beirando o colapso.

O argumento para enfrentar a crise climática com urgência semelhante  já está sendo apresentado . De fato, na China, onde se pensa que a poluição causa 1,6 milhão de mortes prematuras por ano, estudos recentes demonstraram que a redução da poluição causada pelo imenso bloqueio de quarentena do COVID-19 pode ter salvado 50.000 vidas. Mudamos a maneira como vivemos, trabalhamos e viajamos para combater essa pandemia. Por que não podemos fazer o mesmo para combater a emergência climática? Por que devemos voltar a um status quo mortal agora que sabemos que está ao nosso alcance transformar a maneira como vivemos e reorganizar nossa economia e sociedade?

Tomemos, por exemplo, nossa dependência de serviços públicos. Após anos de neoliberalismo desenfreado, diante dessa pandemia, percebemos que nossa segurança, bem-estar e prosperidade dependem mais de serviços públicos fortes e bem financiados do que das cooperações multinacionais. Enquanto médicos, enfermeiros e outros bravos trabalhadores de nossos serviços nacionais de saúde trabalham dia e noite para nos salvar, a elite dos donos bilionários de multinacionais escaparam para seus abrigos e bunkers feitos para o apocalipse. A redistribuição da riqueza, a tributação justa, a diminuição dos gastos com armas e o aumento do bem-estar são agora uma questão de segurança nacional.

Estamos vendo o uso do surto global do coronavírus COVID-19 [fabricado em laboratório]  sendo usado em todo o mundo para colapsar mercados e criar instabilidade financeira maciça. 

Ou pegue a questão do trabalho. Como dezenas de milhões de pessoas estão agora migrando para o trabalho remoto em casa, podemos perceber como é desnecessário e ultrapassado nosso conceito atual de trabalho. Em muitos casos, embora obviamente não sejam todos, é possível trabalhar pelo menos em parte sem gastar horas em transportes  poludores.

E, enquanto ficamos em casa, com cuidados com as crianças e produtos de limpeza, estamos redescobrindo a importância absoluta do trabalho de cuidar do outro – uma das contribuições mais subvalorizadas e ignoradas para a sociedade. Esta é uma ocasião para entender que o trabalho de assistência não remunerada e os produtos de limpeza e professores mal pagos são mais valiosos para nossa sociedade do que financiadores de hedge e banqueiros de investimento, perda de tempo com mídia social, e revisar a recompensa econômica que cada um recebe da sociedade. 

A geração de meus avós não apenas se formou sob bombas caindo sobre suas cabeças, mas também passou pela extraordinária transformação que se seguiu à Segunda Guerra Mundial. Eles testemunharam um regime fascista dar lugar a uma democracia próspera; um sistema econômico dramaticamente injusto sendo derrubado e transformado no compromisso social do pós-guerra que construiu o estado de bem-estar social. Eles testemunharam a rejeição oficial do racismo institucional e o surgimento do multiculturalismo.

A crise atual não é tão catastrófica quanto uma guerra mundial. Mas seus efeitos serão amplos e o risco de um colapso econômico e geopolítico total é real. Podemos, no entanto, emergir no final deste túnel escuro com os primeiros vestígios de um novo mundo que estamos criando. A oportunidade está aí para a aproveitarmos, e precisamos começar a trabalhar agora. No mínimo, agora sabemos que temos o poder de fazê-lo.



Estamos vendo o uso do surto global do coronavírus COVID-19 [fabricado em laboratório]  sendo usado em todo o mundo para colapsar mercados e criar instabilidade financeira maciça. George Soros entrou em colapso de todo o sistema financeiro britânico sozinho, com certeza ficou quieto ultimamente, eu me pergunto o que ele tem feito nisso tudo. Aqui na América, acredito que a mídia MSM Pre$$titute e os democratas que eles amam tanto estão trabalhando incansavelmente o tempo todo para armar o COVID-19 para impedir a releição de Trump em novembro. Há anos que estamos avisando que esse dia chegará, já chegou? Fique ligado pois os próximos dias serão eletrizantes.


Você quer mesmo saber como esse coronavírus “surgiu na China” e se espalhou pelo mundo em pouco tempo? Ao pesquisar os arquivos de registros de patentes nos EUA on-line, foi descoberto o registro de uma patente de Coronavírus concedida para o C.D.C. –  Centers for Disease Control and Prevention [se trata do principal instituto nacional de saúde pública dos EUA. O C.D.C. é uma agência federal dos EUA sob o United States Department of Health & Human Services (HHS)] que tem sua sede em Atlanta, Geórgia. Assim emerge um fato indiscutível, o de que o “DONO” DESSE VÍRUS MORTAL E SEU CRIADOR é o PRÓPRIO C.D.C. (Centro de Controle e Prevenção de Doenças)

O coronavírus do surto atual não teve origem na China, mas FOI IMPLANTADO neste país asiático com a clara intenção de causar o maior dano possível aos chineses. A consequência natural, quando  [se já não descobriu] a China perceber que a eclosão do surto pode ter sido um ataque de BIOWEAPON ao seu território e contra seu povo, qual será o tipo de resposta a ser dada pela China aos [ir]responsáveis pela contaminação. Começamos a ano de 2020 com muitos que operam nas sombras desejando aumentar o caos no planeta.

PATENTE de criação de um CORONAVÍRUS fornecida ao CDC (Centers for Disease Control and Prevention)  US7220852B1 – SOBRE A CRIAÇÃO DE CORONAVÍRUS [SARS] ….

Na patente acima, do registro de um CORONAVÍRUS [uma BIOWEAPON], você encontrará 72 páginas de conteúdo para poder julgar esse letal “surto repentino e desconhecido de coronavírus” na ChinaLeia a patente nesse link primeiro, faça o download e compartilhe este artigo amplamente antes que os AGENTES do DEEP STATE a excluam. Mantenha-se sábio, com discernimento e saudável!


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. 

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarãoE surgirão muitos FALSOS PROFETAS, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo”Mateus 24:6-13


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.