MINHA MELHOR CURA PESSOAL PARA DOR DE DENTE

Enxagues com salmoura morna & pacotes de sal

“…vergonha para todo o mundo médico, por não divulgar um analgésico tão simples.” (de um comentário recebido por CuraDente)Minha melhor cura pessoal para dor de dente

Conteúdo sob copyright © 2018 CuraDente.com

Minha melhor cura pessoal para dor de dente<br/>Enxagues com salmoura morna & pacotes de sal<br/>”…vergonha para todo o mundo médico, por não divulgar um analgésico tão simples.” (de um comentário recebido por CuraDente)<br/>Conteúdo sob <a href=”https://www.curadente.com/copyright.html”>copyright</a> © 2018 CuraDente.com <br/><br/>Como me livrei de quase todas as dores de dentes, até mesmo de dor grave, intensa ou pungente.<br/>Esse procedimento simples para alívio de dor de dente (por favor não o descarte por ser demasiadamente simples – eu o fiz, de início) em verdade operou milagres para mim e muitos outros, até mesmo com dor de dente do pior tipo imaginável. Em verdade, certa vez tive uma dor de dente tão terrível e extrema que me pôs em estado de choque por um momento, foi como relâmpago cauterizando minha mandíbula e além dela. Essa dor originava-se de uma cavidade que atingia a raiz, como então me disse a dentista, quando usava a broca. Porém disse-lhe para parar de furar (ela planejava um tratamento de canal, um dos mais nocivos tratamentos convencionais, a meu ver; veja a <a href=”https://www.curadente.com/tratamento-de-canal-introducao.html”>informação vasta sobre tratamento de canal</a>, à disposição). (Depois tratei o dente comido pela cárie, eu próprio, usando a abordagem traçada nas páginas de CuraDente sobre <a href=”https://www.curadente.com/alimentos-nutricao-saude-doenca-dentarias.html”>Nutrição</a> e <a href=”https://www.curadente.com/cuidado-dentario-higiene-oral.html”>Cuidados Orais & Higiene Bucal</a>, que parece ter ajudado a reconstruir algum esmalte dentário [ao menos funcional]. Embora aquele dente não tenha se recuperado, ele nunca mais me trouxe algum problema.)<br/>Nota importante: esteja ciente de que em certas situações, a água salgada pode ser ineficaz (explicado em <a href=”https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html#quando_agua_salgada_nao_ajudou”>Quando a água salgada não funcionou</a>). Em casos muito raros (conheço apenas dois, no total), a água salgada aumentou a dor (causas desconhecidas, saiba mais em <a href=”https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html#agua_salgada_dentes_quebrados”>Uma nota sobre dentes rachados/quebrados</a>). Também, se você habitualmente usa uma dieta de pouco sal ou tem uma conhecida ou suspeitada sensibilidade ao sal, poderá querer usar outros analgésicos (como <a href=”https://www.curadente.com/remedios-dor-de-dente-ervas-plantas.html#alho”>alho</a>, etc.).<br/>Como preparar o enxague com água salgada<br/>Dissolva sal suficiente (também veja <a href=”https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html#melhor_sal”>Que sal? </a>e <a href=”https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html#qual_concentracao_de_sal”>Que concentração de sal?</a>) em água fria ou (provavelmente melhor, mais suave e possivelmente mais eficiente) água morna (temperatura do corpo) para preparar uma solução forte (se quiser ir devagar, comece com uma solução fraca). Enxágue sua boca repetidamente, vigorosamente jogando a água salgada por toda a boca (se a dor permitir) ou apenas deixando que a salmoura atue em sua boca (isso o fará salivar). A dor de dente, especialmente quando extremamente severa, poderá instantaneamente diminuir ou talvez levar algum tempo antes de desaparecer, mas fá-lo-á. (Certamente assim ocorreu comigo toda vez que a usei, o maior tempo que levou para parar dor aguda foi cerca de dois minutos. Também tenho visto outros relatarem alívio quase instantâneo de dor dental, de forma idêntica; compare <a href=”https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html#testemunhos_dor_de_dente_agua_salgada”>Testemunhos de alívio de dor de dente com água salgada</a>. Às vezes poderá ocorrer um curto surto inicial na sensação de dor). A repetição do enxague com sal – até mesmo durante vários dias, em caso de a dor reaparecer ou não desaparecer por complete – poderá ser necessária. Pode-se também alojar alguns cristais de sal diretamente sobre o dente ou na área dolorida da gengiva. Para os melhores resultados, não enxague com água em seguida (sobre as razões ver <a href=”https://www.curadente.com/causas-dor-de-dente-gengival.html#extratos”>Por que a dor de dente pode ser tão insuportável: mais perspectivas sobre causas de dores nos dentes e gengivas</a> [por que e como a solução com água salgada morna pode atuar & curar dor de dente]).<br/>Descobri ser esse tratamento com salmoura mais eficaz que com <a href=”https://www.curadente.com/remedios-dor-de-dente-ervas-plantas.html#oleo_de_melaleuca”>óleo de melaleuca</a> (que para mim foi extremamente útil para dores menos agudas e que poderei aplicar depois para conservar minha boca e dentes “esterilizados”), como também na maior parte das ocasiões, mais útil que qualquer outra coisa que tentei, como analgésicos alopáticos [ver <a href=”http://www.healingteethnaturally.com/chemical-allopathic-toothache-remedies.html”>allopathical painkillers</a> em inglês] (embora esses analgésicos tenham sua utilização [ocasional], e o velho largamente recomendado remédio para dor de dente, o extrato de <a href=”https://www.curadente.com/remedios-dor-de-dente-ervas-plantas.html#cravo_da_india”>cravo da índia</a> (ou óleo de cravo para cozinha, um remédio que se compra em prateleira e que se mostrou inútil no meu caso, para dor grave).<br/>(Óbvio e a propósito, se partículas de alimentos presas entre os dentes são a causa de dor de dente, ao esparrinhar completamente a água salgada ao redor da boca, na maneira descrita acima, deverá ajudar a desalojar as partículas presas. De outro modo, o uso do fio dental ou de palitos pode ajudar.)<br/>Qual o melhor sal a usar para dores de dente?<br/>Uso sal marinho cinza, sempre que disponível e que, em contraste com o sal de mesa refinado, preserva uma exuberância de minerais naturais e oligoelementos. Também, quando enxaguo meus dentes com sal refinado na forte solução acima descrita, ele, em verdade, deixa um gosto “venenoso” em minha boca, enquanto que o sal marinho não refinado não cria esse efeito de gosto desagradável. O sal cinzento não refinado está disponível aqui na Alemanha em lojas de produtos naturais, onde o compro em sacos de 1 kg (pode-se também compra-lo online e com um pouco de sorte obter excelentes negociações, especialmente ao comprar no atacado [sal e bicarbonato de sódio combinam para prover um excelente banho desintoxicante, por exemplo]). Esse é também o único sal que uso para temperar alimentos. Embora haja também o chamado sal marinho integral disponível, que é branco como neve e finalmente moído como o sal de mesa normal, não estou certa de que esse último é tão rico em minerais e oligoelementos como o sal cinzento. (Penso que o sal marinho não refinado é também vendido como “sal marinho celta” nos EUA e outros países.) Se você usar sal refinado, certifique-se de que não contém alumínio, ao menos se o usa com frequência.<a href=”https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html#1″>1</a> Até mesmo sal de ervas, etc. deverá funcionar da mesma forma, se o sal comum não estiver disponível.<br/>Atualização em 2008: comprei a preço favorável sal no atacado, retirado de depósitos (que estiveram anteriormente no mar) com milhões de anos de idade, que é branco como a neve mas que deve ser até melhor, já que deve ser livre de contaminantes. <br/>Qual a melhor concentração de sal?<br/>Frequentemente não importa muito (exceções – compare <a href=”https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html#aumentar_concentracao_e_duracao”>Aumentando a concentração e duração da aplicação</a>) desde que o faça <strong>salivar</strong>, mostrando que água/fluido é retirada de suas gengivas, etc. Aparentemente uma concentração de 3-5% de sal seria natural, já que ela corresponde à concentração de sal encontrada em nossos oceanos. Li que a mais alta concentração de sal na água é 26%, o que poderá rapidamente provocar uma sensação cáustica na mucosa da boca. Uma concentração/solução salina fisiológica (como encontrada no próprio corpo humano) seria de 0,9%. Assim, se você tiver inclinação para a ciência (mesmo com dor de dente), poderá querer experimentar com qualquer coisa entre 0,9% e 26%.<br/>Pequenas variações do remédio com água salgada para dentes sob um “ataque frio”.<br/>Para dentes que são atingidos com um “ataque frio”, i.e. que se tornam extremamente doloridos em razão da sensitividade do nervo após comer ou beber comidas frias: experimente acrescentar à solução salina um pouquinho de álcool (não de bebidas) e enxague a boca. A água não deve estar nem fria nem quente, mas morna.<br/>Acrescentando desinfetantes de ervas à água salgada<br/>Quando (o que frequentemente ocorre) a dor de dente se deve a uma infecção profunda (do nervo/polpa) do dente, você poderá se beneficiar mais acrescentando qualquer das muitas plantas com poder anti-infeccioso ou seus extratos (veja <a href=”https://www.curadente.com/remedios-dor-de-dente-ervas-plantas.html”>Remédios naturais para dor de dente: ervas e plantas</a>, para muitas sugestões).<br/>Quando a água salgada não ajudou<br/>O tempo mais longo que me levou para ter alívio de dor de dente com água salgada (mais de dois dias) foi quando a dor se originava numa área coberta por uma ponte. Faz sentido que a água salgada levasse mais tempo para atuar em tal local, já que a maior parte da área estava impenetravelmente coberta por um “selante” artificial (que hesitei remover por longo tempo já que eu me ressentia em ter de pagar outra pequena fortuna pelo trabalho de alguns minutos de um dentista) (ver <a href=”https://www.curadente.com/ponte-dentaria-riscos-complicacoes.html”>Riscos de pontes dentárias</a> para saber o porquê de agora eu saber ser isso um grande erro).<br/>Um caso semelhante refere-se a um amigo que o tentou sobre uma intensa dor de dente/gengiva, na área de um dente tampado e tratado no canal. Não funcionou durante vários dias, levando a crer que os micro-organismos envolvidos haviam desenvolvido imunidade ao efeito “esterilizante” da solução salina, ou também que a água salgada simplesmente não atingiu a área.<br/>O que finalmente o ajudou foram simples pílulas analgésicas de farmácia [compare em inglês <a href=”http://www.healingteethnaturally.com/chemical-allopathic-toothache-remedies.html”>painkilling tablets</a>], com metade da pílula aplicada topicamente e a outra metade tomada internamente, enquanto que depois enxaguou sua boca com água e óleo de melaleuca e aplicou algumas gotas desse óleo diretamente no local (ele jejuava durante quase toda a provação, já que a sensibilidade e dor do dente/gengiva não lhe permitia ingerir alimentos). O estado indolor assim atingido ajudou-o a dormir bem (muito importante para que o corpo se cure e se desintoxique), com um abcesso formado no dia seguinte, que (juntamente com a dor) gradualmente recuou enquanto ele voltou a enxaguar ocasionalmente e assim drenar o abcesso com água salgada. Ele nunca necessitou de um dentista.<br/>Importante para aqueles que “já conhecem” o uso da água salgada:<br/>Tente aumentar a concentração e duração da aplicação <br/>Como comentou um visitante do site: “Já conhecia o enxague com água salgada, mas nunca o havia experimentado com concentração tão alta ou exposição duradoura. Certa vez eu estava praticamente me enroscando em agonia e em seguida senti-me melhor que nunca. Muito grato.” Esse testemunho mostra quanto poderosa pode ser a água salgada em aplicação mais concentrada e duração mais longa! Também compare <a href=”https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html#testemunhos_dor_de_dente_agua_salgada”>testemunhos de alívio de dor de dente, com água salgada</a>.<br/>Comumente não sei se a água salgada funciona para dor oriunda de <a href=”https://www.curadente.com/tratamento-de-canal-introducao.html”>canais dentários (i.e. dentes mortos)</a> mas sugiro que vale muito a pena, tentar.<br/><br/><br/>FONTE: <a href=”https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html”>https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html</a> ente<a href="https://porplibonamondo.files.wordpress.com/2018/09/curadente.jpg&quot; class="wp-block-file__button" download="Minha melhor cura pessoal para dor de dente
Enxagues com salmoura morna & pacotes de sal
"…vergonha para todo o mundo médico, por não divulgar um analgésico tão simples.” (de um comentário recebido por CuraDente)
Conteúdo sob copyright © 2018 CuraDente.com

Como me livrei de quase todas as dores de dentes, até mesmo de dor grave, intensa ou pungente.
Esse procedimento simples para alívio de dor de dente (por favor não o descarte por ser demasiadamente simples – eu o fiz, de início) em verdade operou milagres para mim e muitos outros, até mesmo com dor de dente do pior tipo imaginável. Em verdade, certa vez tive uma dor de dente tão terrível e extrema que me pôs em estado de choque por um momento, foi como relâmpago cauterizando minha mandíbula e além dela. Essa dor originava-se de uma cavidade que atingia a raiz, como então me disse a dentista, quando usava a broca. Porém disse-lhe para parar de furar (ela planejava um tratamento de canal, um dos mais nocivos tratamentos convencionais, a meu ver; veja a informação vasta sobre tratamento de canal, à disposição). (Depois tratei o dente comido pela cárie, eu próprio, usando a abordagem traçada nas páginas de CuraDente sobre Nutrição e Cuidados Orais & Higiene Bucal, que parece ter ajudado a reconstruir algum esmalte dentário [ao menos funcional]. Embora aquele dente não tenha se recuperado, ele nunca mais me trouxe algum problema.)
Nota importante: esteja ciente de que em certas situações, a água salgada pode ser ineficaz (explicado em Quando a água salgada não funcionou). Em casos muito raros (conheço apenas dois, no total), a água salgada aumentou a dor (causas desconhecidas, saiba mais em Uma nota sobre dentes rachados/quebrados). Também, se você habitualmente usa uma dieta de pouco sal ou tem uma conhecida ou suspeitada sensibilidade ao sal, poderá querer usar outros analgésicos (como alho, etc.).
Como preparar o enxague com água salgada
Dissolva sal suficiente (também veja Que sal? Que concentração de sal?) em água fria ou (provavelmente melhor, mais suave e possivelmente mais eficiente) água morna (temperatura do corpo) para preparar uma solução forte (se quiser ir devagar, comece com uma solução fraca). Enxágue sua boca repetidamente, vigorosamente jogando a água salgada por toda a boca (se a dor permitir) ou apenas deixando que a salmoura atue em sua boca (isso o fará salivar). A dor de dente, especialmente quando extremamente severa, poderá instantaneamente diminuir ou talvez levar algum tempo antes de desaparecer, mas fá-lo-á. (Certamente assim ocorreu comigo toda vez que a usei, o maior tempo que levou para parar dor aguda foi cerca de dois minutos. Também tenho visto outros relatarem alívio quase instantâneo de dor dental, de forma idêntica; compare Testemunhos de alívio de dor de dente com água salgada. Às vezes poderá ocorrer um curto surto inicial na sensação de dor). A repetição do enxague com sal – até mesmo durante vários dias, em caso de a dor reaparecer ou não desaparecer por complete – poderá ser necessária. Pode-se também alojar alguns cristais de sal diretamente sobre o dente ou na área dolorida da gengiva. Para os melhores resultados, não enxague com água em seguida (sobre as razões ver Por que a dor de dente pode ser tão insuportável: mais perspectivas sobre causas de dores nos dentes e gengivas [por que e como a solução com água salgada morna pode atuar & curar dor de dente]).
Descobri ser esse tratamento com salmoura mais eficaz que com óleo de melaleuca (que para mim foi extremamente útil para dores menos agudas e que poderei aplicar depois para conservar minha boca e dentes “esterilizados”), como também na maior parte das ocasiões, mais útil que qualquer outra coisa que tentei, como analgésicos alopáticos [ver allopathical painkillers em inglês] (embora esses analgésicos tenham sua utilização [ocasional], e o velho largamente recomendado remédio para dor de dente, o extrato de cravo da índia (ou óleo de cravo para cozinha, um remédio que se compra em prateleira e que se mostrou inútil no meu caso, para dor grave).
(Óbvio e a propósito, se partículas de alimentos presas entre os dentes são a causa de dor de dente, ao esparrinhar completamente a água salgada ao redor da boca, na maneira descrita acima, deverá ajudar a desalojar as partículas presas. De outro modo, o uso do fio dental ou de palitos pode ajudar.)
Qual o melhor sal a usar para dores de dente?
Uso sal marinho cinza, sempre que disponível e que, em contraste com o sal de mesa refinado, preserva uma exuberância de minerais naturais e oligoelementos. Também, quando enxaguo meus dentes com sal refinado na forte solução acima descrita, ele, em verdade, deixa um gosto “venenoso” em minha boca, enquanto que o sal marinho não refinado não cria esse efeito de gosto desagradável. O sal cinzento não refinado está disponível aqui na Alemanha em lojas de produtos naturais, onde o compro em sacos de 1 kg (pode-se também compra-lo online e com um pouco de sorte obter excelentes negociações, especialmente ao comprar no atacado [sal e bicarbonato de sódio combinam para prover um excelente banho desintoxicante, por exemplo]). Esse é também o único sal que uso para temperar alimentos. Embora haja também o chamado sal marinho integral disponível, que é branco como neve e finalmente moído como o sal de mesa normal, não estou certa de que esse último é tão rico em minerais e oligoelementos como o sal cinzento. (Penso que o sal marinho não refinado é também vendido como “sal marinho celta” nos EUA e outros países.) Se você usar sal refinado, certifique-se de que não contém alumínio, ao menos se o usa com frequência.1 Até mesmo sal de ervas, etc. deverá funcionar da mesma forma, se o sal comum não estiver disponível.
Atualização em 2008: comprei a preço favorável sal no atacado, retirado de depósitos (que estiveram anteriormente no mar) com milhões de anos de idade, que é branco como a neve mas que deve ser até melhor, já que deve ser livre de contaminantes. 
Qual a melhor concentração de sal?
Frequentemente não importa muito (exceções – compare Aumentando a concentração e duração da aplicação) desde que o faça salivar, mostrando que água/fluido é retirada de suas gengivas, etc. Aparentemente uma concentração de 3-5% de sal seria natural, já que ela corresponde à concentração de sal encontrada em nossos oceanos. Li que a mais alta concentração de sal na água é 26%, o que poderá rapidamente provocar uma sensação cáustica na mucosa da boca. Uma concentração/solução salina fisiológica (como encontrada no próprio corpo humano) seria de 0,9%. Assim, se você tiver inclinação para a ciência (mesmo com dor de dente), poderá querer experimentar com qualquer coisa entre 0,9% e 26%.
Pequenas variações do remédio com água salgada para dentes sob um “ataque frio”.
Para dentes que são atingidos com um “ataque frio”, i.e. que se tornam extremamente doloridos em razão da sensitividade do nervo após comer ou beber comidas frias: experimente acrescentar à solução salina um pouquinho de álcool (não de bebidas) e enxague a boca. A água não deve estar nem fria nem quente, mas morna.
Acrescentando desinfetantes de ervas à água salgada
Quando (o que frequentemente ocorre) a dor de dente se deve a uma infecção profunda (do nervo/polpa) do dente, você poderá se beneficiar mais acrescentando qualquer das muitas plantas com poder anti-infeccioso ou seus extratos (veja Remédios naturais para dor de dente: ervas e plantas, para muitas sugestões).
Quando a água salgada não ajudou
O tempo mais longo que me levou para ter alívio de dor de dente com água salgada (mais de dois dias) foi quando a dor se originava numa área coberta por uma ponte. Faz sentido que a água salgada levasse mais tempo para atuar em tal local, já que a maior parte da área estava impenetravelmente coberta por um “selante” artificial (que hesitei remover por longo tempo já que eu me ressentia em ter de pagar outra pequena fortuna pelo trabalho de alguns minutos de um dentista) (ver Riscos de pontes dentárias para saber o porquê de agora eu saber ser isso um grande erro).
Um caso semelhante refere-se a um amigo que o tentou sobre uma intensa dor de dente/gengiva, na área de um dente tampado e tratado no canal. Não funcionou durante vários dias, levando a crer que os micro-organismos envolvidos haviam desenvolvido imunidade ao efeito “esterilizante” da solução salina, ou também que a água salgada simplesmente não atingiu a área.
O que finalmente o ajudou foram simples pílulas analgésicas de farmácia [compare em inglês painkilling tablets], com metade da pílula aplicada topicamente e a outra metade tomada internamente, enquanto que depois enxaguou sua boca com água e óleo de melaleuca e aplicou algumas gotas desse óleo diretamente no local (ele jejuava durante quase toda a provação, já que a sensibilidade e dor do dente/gengiva não lhe permitia ingerir alimentos). O estado indolor assim atingido ajudou-o a dormir bem (muito importante para que o corpo se cure e se desintoxique), com um abcesso formado no dia seguinte, que (juntamente com a dor) gradualmente recuou enquanto ele voltou a enxaguar ocasionalmente e assim drenar o abcesso com água salgada. Ele nunca necessitou de um dentista.
Importante para aqueles que “já conhecem” o uso da água salgada:
Tente aumentar a concentração e duração da aplicação 
Como comentou um visitante do site: "Já conhecia o enxague com água salgada, mas nunca o havia experimentado com concentração tão alta ou exposição duradoura. Certa vez eu estava praticamente me enroscando em agonia e em seguida senti-me melhor que nunca. Muito grato." Esse testemunho mostra quanto poderosa pode ser a água salgada em aplicação mais concentrada e duração mais longa! Também compare testemunhos de alívio de dor de dente, com água salgada.
Comumente não sei se a água salgada funciona para dor oriunda de canais dentários (i.e. dentes mortos) mas sugiro que vale muito a pena, tentar.


FONTE: https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html ente”>Download

Como me livrei de quase todas as dores de dentes, até mesmo de dor grave, intensa ou pungente.

Esse procedimento simples para alívio de dor de dente (por favor não o descarte por ser demasiadamente simples – eu o fiz, de início) em verdade operou milagres para mim e muitos outros, até mesmo com dor de dente do pior tipo imaginável. Em verdade, certa vez tive uma dor de dente tão terrível e extrema que me pôs em estado de choque por um momento, foi como relâmpago cauterizando minha mandíbula e além dela. Essa dor originava-se de uma cavidade que atingia a raiz, como então me disse a dentista, quando usava a broca. Porém disse-lhe para parar de furar (ela planejava um tratamento de canal, um dos mais nocivos tratamentos convencionais, a meu ver; veja a informação vasta sobre tratamento de canal, à disposição). (Depois tratei o dente comido pela cárie, eu próprio, usando a abordagem traçada nas páginas de CuraDente sobre Nutrição e Cuidados Orais & Higiene Bucal, que parece ter ajudado a reconstruir algum esmalte dentário [ao menos funcional]. Embora aquele dente não tenha se recuperado, ele nunca mais me trouxe algum problema.)

Nota importante: esteja ciente de que em certas situações, a água salgada pode ser ineficaz (explicado em Quando a água salgada não funcionou). Em casos muito raros (conheço apenas dois, no total), a água salgada aumentou a dor (causas desconhecidas, saiba mais em Uma nota sobre dentes rachados/quebrados). Também, se você habitualmente usa uma dieta de pouco sal ou tem uma conhecida ou suspeitada sensibilidade ao sal, poderá querer usar outros analgésicos (como alho, etc.).

Como preparar o enxague com água salgada

Dissolva sal suficiente (também veja Que sal? Que concentração de sal?) em água fria ou (provavelmente melhor, mais suave e possivelmente mais eficiente) água morna (temperatura do corpo) para preparar uma solução forte (se quiser ir devagar, comece com uma solução fraca). Enxágue sua boca repetidamente, vigorosamente jogando a água salgada por toda a boca (se a dor permitir) ou apenas deixando que a salmoura atue em sua boca (isso o fará salivar). A dor de dente, especialmente quando extremamente severa, poderá instantaneamente diminuir ou talvez levar algum tempo antes de desaparecer, mas fá-lo-á. (Certamente assim ocorreu comigo toda vez que a usei, o maior tempo que levou para parar dor aguda foi cerca de dois minutos. Também tenho visto outros relatarem alívio quase instantâneo de dor dental, de forma idêntica; compare Testemunhos de alívio de dor de dente com água salgada. Às vezes poderá ocorrer um curto surto inicial na sensação de dor). A repetição do enxague com sal – até mesmo durante vários dias, em caso de a dor reaparecer ou não desaparecer por complete – poderá ser necessária. Pode-se também alojar alguns cristais de sal diretamente sobre o dente ou na área dolorida da gengiva. Para os melhores resultados, não enxague com água em seguida (sobre as razões ver Por que a dor de dente pode ser tão insuportável: mais perspectivas sobre causas de dores nos dentes e gengivas [por que e como a solução com água salgada morna pode atuar & curar dor de dente]).

Descobri ser esse tratamento com salmoura mais eficaz que com óleo de melaleuca (que para mim foi extremamente útil para dores menos agudas e que poderei aplicar depois para conservar minha boca e dentes “esterilizados”), como também na maior parte das ocasiões, mais útil que qualquer outra coisa que tentei, como analgésicos alopáticos

[ver allopathical
painkillers
 em
inglês]

(embora esses analgésicos tenham sua utilização

[ocasional]

, e o velho largamente recomendado remédio para dor de dente, o extrato de cravo da índia (ou óleo de cravo para cozinha, um remédio que se compra em prateleira e que se mostrou inútil no meu caso, para dor grave).

(Óbvio e a propósito, se partículas de alimentos presas entre os dentes são a causa de dor de dente, ao esparrinhar completamente a água salgada ao redor da boca, na maneira descrita acima, deverá ajudar a desalojar as partículas presas. De outro modo, o uso do fio dental ou de palitos pode ajudar.)

Qual o melhor sal a usar para dores de dente?

Uso sal marinho cinza, sempre que disponível e que, em contraste com o sal de mesa refinado, preserva uma exuberância de minerais naturais e oligoelementos. Também, quando enxaguo meus dentes com sal refinado na forte solução acima descrita, ele, em verdade, deixa um gosto “venenoso” em minha boca, enquanto que o sal marinho não refinado não cria esse efeito de gosto desagradável. O sal cinzento não refinado está disponível aqui na Alemanha em lojas de produtos naturais, onde o compro em sacos de 1 kg (pode-se também compra-lo online e com um pouco de sorte obter excelentes negociações, especialmente ao comprar no atacado [sal e bicarbonato de sódio combinam para prover um excelente banho desintoxicante, por exemplo]). Esse é também o único sal que uso para temperar alimentos. Embora haja também o chamado sal marinho integral disponível, que é branco como neve e finalmente moído como o sal de mesa normal, não estou certa de que esse último é tão rico em minerais e oligoelementos como o sal cinzento. (Penso que o sal marinho não refinado é também vendido como “sal marinho celta” nos EUA e outros países.) Se você usar sal refinado, certifique-se de que não contém alumínio, ao menos se o usa com frequência.1 Até mesmo sal de ervas, etc. deverá funcionar da mesma forma, se o sal comum não estiver disponível.

Atualização em 2008: comprei a preço favorável sal no atacado, retirado de depósitos (que estiveram anteriormente no mar) com milhões de anos de idade, que é branco como a neve mas que deve ser até melhor, já que deve ser livre de contaminantes. 

Qual a melhor concentração de sal?

Frequentemente não importa muito (exceções – compare Aumentando a concentração e duração da aplicação) desde que o faça salivar, mostrando que água/fluido é retirada de suas gengivas, etc. Aparentemente uma concentração de 3-5% de sal seria natural, já que ela corresponde à concentração de sal encontrada em nossos oceanos. Li que a mais alta concentração de sal na água é 26%, o que poderá rapidamente provocar uma sensação cáustica na mucosa da boca. Uma concentração/solução salina fisiológica (como encontrada no próprio corpo humano) seria de 0,9%. Assim, se você tiver inclinação para a ciência (mesmo com dor de dente), poderá querer experimentar com qualquer coisa entre 0,9% e 26%.

Pequenas variações do remédio com água salgada para dentes sob um “ataque frio”.

Para dentes que são atingidos com um “ataque frio”, i.e. que se tornam extremamente doloridos em razão da sensitividade do nervo após comer ou beber comidas frias: experimente acrescentar à solução salina um pouquinho de álcool (não de bebidas) e enxague a boca. A água não deve estar nem fria nem quente, mas morna.

Acrescentando desinfetantes de ervas à água salgada

Quando (o que frequentemente ocorre) a dor de dente se deve a uma infecção profunda (do nervo/polpa) do dente, você poderá se beneficiar mais acrescentando qualquer das muitas plantas com poder anti-infeccioso ou seus extratos (veja Remédios naturais para dor de dente: ervas e plantas, para muitas sugestões).

Quando a água salgada não ajudou

O tempo mais longo que me levou para ter alívio de dor de dente com água salgada (mais de dois dias) foi quando a dor se originava numa área coberta por uma ponte. Faz sentido que a água salgada levasse mais tempo para atuar em tal local, já que a maior parte da área estava impenetravelmente coberta por um “selante” artificial (que hesitei remover por longo tempo já que eu me ressentia em ter de pagar outra pequena fortuna pelo trabalho de alguns minutos de um dentista) (ver Riscos de pontes dentárias para saber o porquê de agora eu saber ser isso um grande erro).

Um caso semelhante refere-se a um amigo que o tentou sobre uma intensa dor de dente/gengiva, na área de um dente tampado e tratado no canal. Não funcionou durante vários dias, levando a crer que os micro-organismos envolvidos haviam desenvolvido imunidade ao efeito “esterilizante” da solução salina, ou também que a água salgada simplesmente não atingiu a área.

O que finalmente o ajudou foram simples pílulas analgésicas de farmácia [compare em inglês painkilling tablets], com metade da pílula aplicada topicamente e a outra metade tomada internamente, enquanto que depois enxaguou sua boca com água e óleo de melaleuca e aplicou algumas gotas desse óleo diretamente no local (ele jejuava durante quase toda a provação, já que a sensibilidade e dor do dente/gengiva não lhe permitia ingerir alimentos). O estado indolor assim atingido ajudou-o a dormir bem (muito importante para que o corpo se cure e se desintoxique), com um abcesso formado no dia seguinte, que (juntamente com a dor) gradualmente recuou enquanto ele voltou a enxaguar ocasionalmente e assim drenar o abcesso com água salgada. Ele nunca necessitou de um dentista.

Importante para aqueles que “já conhecem” o uso da água salgada:
Tente aumentar a concentração e duração da aplicação 

Como comentou um visitante do site: “Já conhecia o enxague com água salgada, mas nunca o havia experimentado com concentração tão alta ou exposição duradoura. Certa vez eu estava praticamente me enroscando em agonia e em seguida senti-me melhor que nunca. Muito grato.” Esse testemunho mostra quanto poderosa pode ser a água salgada em aplicação mais concentrada e duração mais longa! Também compare testemunhos de alívio de dor de dente, com água salgada.

Comumente não sei se a água salgada funciona para dor oriunda de canais dentários (i.e. dentes mortos) mas sugiro que vale muito a pena, tentar.

FONTE: https://www.curadente.com/sal-agua-salmoura-dor-de-dente-cura.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s