LÍNGUA SOCIAL – 3º SETOR SEM BARREIRAS LINGUÍSTICAS

O objetivo desta mensagem é identificar quem tenha perfil para ser associado fundador da Língua Social (ou voluntário ou mantenedor). Vamos lá então:
Características gerais da Língua Social

  • Para a Língua Social, Esperanto é língua internacional de trabalho e portanto, seu objetivo não será ensinar e divulgar o Esperanto, embora na prática isso acontecerá de maneira natural, como consequência do trabalho para cumprir suas finalidades.
  • A Língua Social terá três grandes finalidades:
    • Desenvolver uma tecnologia social a ser aplicada da criação, desenvolvimento e alavancagem de ONGs, cooperativas e empresas sociais, que por sua vez também adotarão o Esperanto como língua de trabalho;
    • Criar em Trindade (GO) uma escola modelo de línguas, onde o Esperanto será ensinado como língua propedêutica e as línguas estrangeiras serão ensinadas por nativos, que sejam fluentes em Esperanto. Essa escola será replicada mundialmente através de um sistema de franquia social;
    • Defender os direitos linguísticos dos povos,na prática.

 

Perfil do associado:

  • A Língua Social não cobrará anuidade ou mensalidade dos associados, mas não aceitará associados passivos. A condição indispensável para ser associado é o compromisso de engajamento, que poderá se dar de diversas maneiras. Não estamos exigindo, nesta fase de pré-fundação, que os membros do  Grupo Fundador participem das discussões, porque muitas pessoas dispostas ao trabalho não gostam de participar de discussões. Mas, após a fundação, o eventual silêncio nas discussões deverá ser substituído por engajamento. Resumindo: ser associado da Língua Social significa se posicionar-se como uma ativista social participativo. Iremos incubar diversos tipos de ONGs e o associado da Língua Social poderá optar por participar da fundação de uma ONG âncora ou ONG replicadora local, sem contar com a fundação de cooperativas e empresas sociais. Em outras palavras, ser associado da Língua Social pode ser para você ponte para outros projetos, independentes e autônomos.
  • É necessário saber o Esperanto ou estar disposto a aprendê-lo, pois vamos trabalhar para criar o Terceiro Setor Mundial sem Barreiras Linguísticas. Ativistas de ONGs já fundadas e existentes são bem-vindos, desde que sua ONG esteja disposta a adotar o Esperanto como língua de trabalho. Membros de associações esperantistas também são bem-vindos, desde que suas associações estejam dispostas a adotar um fim prático.
  • Esperantistas hobistas e sonhadores românticos, que querem mudar o mundo, sempre vão existir, cada vez mais, na medida da expansão do Esperanto e de muitas outras iniciativas. Eles também são realizadores, e dentro de sua dimensão são úteis ao Esperanto, mas a hora é de transformar o mundo, não de pedir ao mundo que analise as vantagens do Esperanto ou que se discuta como mudar o mundo. Nosso proposta de valor é “Aprender Esperanto e transformar o mundo”. E acreditamos que “Os grandes sonhos antecipam as grandes realidades” (Célia Luchessi).
  • Da mesma forma, os que estão labutando no terceiro setor, seja no campo da defesa dos direitos humanos, da geração de emprego e renda, do ambientalismo, da assistência social, da educação, da cultura etc, continuarão isolados do resto do mundo, por causa das barreiras linguísticas. Saber inglês hoje é útil, mas a hegemonia do inglês não é aceitável. Não somos contra a língua inglesa. Incentivamos que a aprendam. A Língua Social deverá usar muito o inglês, quando o público alvo for povos de língua inglesa. Muitas mais que o Esperanto, quando a finalidade for divulgação do nosso trabalho. Mas, precisamos criar o terceiro setor mundial sem barreiras linguísticas, sem hegemonia de uma língua nacional sobre as demais. Internamente, na Rede Mutualista Língua Social (prevista no nosso projeto de estatuto) , de ONGs, cooperativas e empresas sociais, a língua internacional será o Esperanto.
  • Se você gosta de discutir como mudar o mundo e não põe a mão na massa, a transformação do mundo continuará sendo uma utopia. Mexa-se!
  • Convidamos os ativistas do terceiro setor a aprender o Esperanto e os esperantistas a adotar o Esperanto como língua de trabalho, para juntos formamos a Rede Mutualista Língua Social . E você que quer investir parte do seu tempo a um ideal prático,também é bem-vindo, mesmo ainda sem saber Esperanto ou não estar engajado em alguma ONG. Analise proposta de valor e decida se vale a pena nos apoiar, como voluntário (desde já) ou mantenedor (após a fundação): Aprender Esperanto e transformar o mundo!

O que falta para a Língua Social ser fundada?

  • O estatuto já está redigido e está em fase de depuração. Depois será submetido a um advogado conhecedor da legislação brasileira do terceiro setor (algum voluntário?).
  • O grande problema é  a falta de 2 (dois) candidatos para a Comissão de Gestão Bancária, que tenham cadastro limpíssimo no SERASA, para não impedir a Língua Social de abrir conta bancária. Essa comissão vai apenas gerir a conta bancária, não se confundindo isso com cuidar de orçamento e outros aspectos financeiros (tarefa do Diretor Financeiro). A Comissão Bancária terá certa independência do Conselho Diretor e deverá seguir rigorosamente as diretrizes internas acerca da gestão das contas bancárias. O orçamento apresentado pelo Conselho Diretor será base da gestão bancária.

 

Seja um co-fundador da Língua Social

  • Se você se identificou com o projeto “Língua Social” junte-se a nós, preenchendo o formulário em http://bit.ly/Fundar-LinguaSocial
  • Ao tomar a iniciativa de se apresentar por esse formulário, você passará por etapas simples e rápidas, antes de ser engajado no Grupo Fundador. Esperamos fundar nossa ONG Lìngua Social em maio ou comecinho de junho.

Seja voluntário ou mantenedor da Língua Social, sem vínculo associativo
E você, que não quer ser co-fundador e ativista social vinculado à Língua Social, como associado? Assim mesmo preencha o formulário do link acima, pois você passará por um rápido processo de qualificação e ficará cadastrado como voluntário ou mantenedor e será chamado a colaborar dentro do que você se propõe a fazer, sem vínculo associativo, com compromisso formal de engajmento.

Não tema. Você não será alvo de spam.  Preencha agora o formulário em http://bit.ly/Fundar-LinguaSocial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s