CONHECER O NOSSO CORPO FISICO É CONHECER UMA DAS CRIAÇÕES MAIS PERFEITAS DA DIVINDADE

individualidade é um todo – cabeça, coração e o ser.

intelecto – é a forma como a cabeça funciona

instinto – é a forma de funcionamento do corpo

A intuição – é a forma de funcionamento do coração

No centro de tudo isto está o Ser ou Alma cuja única funcionalidade é observar, no caso, de nunca lhe ter sido permitido tomar iniciativa sobre a personalidade, isto é, tomar o controlo do desenrolar da reencarnação na vida terrena. Esse será o começo da Senda em direção à Fonte.

            Dentro do corpo têm lugar, ou seja, desenvolvem-se inumeráveis processos, independentes da vontade de cada um. A Natureza entregou-lhe todas as funções essenciais que se processam através do instinto que é a chave desse funcionamento. Mas é através da intuição que sentimos em nós o desejo e a capacidade de sermos artistas nos mais variados domínios porque qualquer tipo de criação é sempre captada através da intuição. O corpo físico é totalmente inocente de todas as ações que praticamos.

            Não vou perder muito tempo com as qualidades físicas do corpo físico, porque interessam muito mais as qualidades espirituais que se manifestam no coração através da intuição e porque sabemos que a representação do Eu Superior está no coração e é deste e das suas manifestações através dos centros do corpo fisico que mais nos ocuparemos. Também interessa salientar que falando do coração falamos da mulher porque a mulher é o coração e o homem a razão; os princípios herméticos dizem-nos que o “género” existe em tudo.

            No entanto, lembremo-nos que muita coisa depende da harmonia que criamos no corpo físico, uma harmonia integral proporciona-nos a revelação do nosso “centro”- nossa alma – e isso é a conquista que dará a felicidade ao homem e a alegria aos Seres universais. Em contrapartida, a desarmonia pessoal sempre nos trará os maiores problemas físicos e espirituais. Para conseguir essa harmonia é necessário contrariar a intelectualidade, que agarrada à razão, nos arrasta para situações que, na maioria das vezes, nos arrependemos. Para barrar o intelecto devemos usar a o discernimento, porque o discernimento é um estado de não pensar, ou seja, é um intervalo no processo do pensamento e é nessa pausa que aparece o vislumbre da verdade que nos dará a possibilidade de escolher o percurso correto. Não esquecer, porém, que este vazio que refiro não pode ser dado nem atirado por ninguém, o vazio é a única coisa que atua no mundo da verdade; podemos participar nele, podemos mudar-nos para lá, mas nunca ninguém poderá dizer – junte-se a mim que eu dou-lhe o vazio. O vazio não é transferível é unicamente – vazio – com infinitas possibilidades dele se exprimir por forma a chegar até qualquer um Algo de importante. O vazio só surge quando a mente não está ocupada. Esta é a única condição.

 

O instinto é a forma de funcionamento do corpo, o instinto faz parte especial da mente inconsciente e o intelecto faz parte da mente consciente, mas não é mais do que uma décima parte da totalidade da mente, isto segundo a afirmação dos cientistas.

            A mente consciente é a que recebe instrução dada pelos estabelecimentos de ensino, pelas religiões e pela vida diária. O que difere entre elas é que enquanto a mente consciente vive, participa, aprende ou desaprende em constante algazarra, atafulhada de balbúrdia e ruído diário, a mente inconsciente é sempre silenciosa, conservando-se em plena escuridão e totalmente afastada do alarido em que vive a sua irmã consciente. Entre elas existe uma diferença enorme, o poder está maioritariamente na mente inconsciente que pode desfazer de imediato ou quando quiser o que a sua irmã programou; dizem os ensinamentos que o inconsciente é nove a dez vezes mais forte do que o consciente, possivelmente porque esta não se preocupa com a lógica, com a razão ou com qualquer coisa. Contudo, há que ficar a saber que este poder do inconsciente sobre o consciente pode ser invertido desde que o individuo se mantenha verdadeiramente consciente, isto é, que se mantenha desperto para a realidade, aí, o inconsciente não será capaz de penetrar e vencer a mente consciente. Mas há uma maneira melhor de evitar esse confronto, para isso, há que evitar de reprimir o inconsciente, quer dizer, que é necessário que o inconsciente esteja livre de qualquer repressão, porque deixando de haver repressão o inconsciente não precisa de se manifestar.

            A seguir pequenas definições da mente inconsciente, consciente e da supraconsciência:

 No centro do inconsciente – está o instinto:

O instinto obriga o individuo à prática de ações mesmo contra a sua vontade, mas não devemos esquecer que o instinto é a chave do funcionamento do corpo físico, a Natureza entregou-lhe todas as funções essenciais. 

No centro do consciente – está o intelecto:

O intelecto ajuda o individuo a encontrar formas de fazer o que quer ou que não quer porque a sua única e independente função é descobrir a forma de dar solução seja ao que for;

No centro do supraconsciente – habita a intuição:

A intuição é o que de mais subtil existe dentro co corpo físico; ela faz parte da supraconsciência e deve-se dar-lhe total liberdade, se assim o conseguirmos qualquer um ficará surpreendido com a espécie de poderes que tem dentro de si porque dar liberdade à intuição é como darmos um salto quântico.

Depois de libertada, o que a poderá deter é um inconsciente sujo, só isso a impedirá de avançar.

            Lembre-se: – a mente vazia é a Pura Presença, onde a Existencia habita, essa Pura Presença dá origem à criação – alcançar o vazio da mente é estar na presença da Divindade.

            Alcançar o vazio da mente é iniciar a viagem astral. 

A Paz esteja convosco

Março de 2018

MariaHelena Guerra

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s