PARA ONDE TUAS CRENÇAS ESTÃO TE LEVANDO?

Wilson Pereira Figueredo

20 de setembro de 2017

 Em seu percurso nesse palco da vida, você transita por vários ambientes que vão deixando marcas em sua personalidade.

 Quando crianças seus pais, cuidadores e educadores, talvez, tenham tentado moldá-lo dentro de um padrão considerado normal pela sociedade.

 E nessa sua jornada você foi assimilando ideias, pensamentos e comportamentos, criando assim suas verdades absolutas. Essas experiências foram fundamentais para formarem suas crenças e valores.

 Hoje, seus pensamentos, suas palavras e ações são embasados nessas suas verdades. É por isso que vemos comportamentos diferentes de outras pessoas em situações idênticas.

 Suas crenças criam sua vibração energética, vibração essa que tem um forte poder de atração. Se a sua crença é que a vida é uma luta, o universo trará até você todas as ferramentas necessárias para que o seu dia se transforme em uma grande batalha.

 Isso acontece porque você tem como conexão suas crenças e a vida trará a você situações que sejam compatíveis com esta vibração.

 Quando você nasceu nesse plano já trouxe na bagagem experiências pretéritas. Assim você escolheu o melhor ambiente familiar, profissional e social para seguir sua jornada.

 Nessa sua caminhada, muitas de suas crenças do passado podem ter sido reforçadas, em outros momentos novas verdades criadas. Tudo começa nos primeiros segundos de vida.

 Os sentimentos de seus pais ao saber da gravidez, as vivências dos anos seguintes, os meios de comunicação, o sistema educacional, as experiências transmitidas pelos idosos e a influências dos amigos, formaram seus padrões mentais. Criando assim sua lente com a qual você enxerga o mundo.

 Se essa lente está lhe mostrando um mundo de luta e sofrimento, observe nos ambientes em que frequenta quantas pessoas estão enxergando o mundo com a lente do sucesso, prosperidade e da felicidade. A suas crenças criam a sua realidade, afinal um grande mestre da antiguidade dizia: “Seja feito conforme credes”.

 Pessoas com problemas financeiros, talvez tenham ouvido muitas vezes frases do tipo: “Pobre nasceu para sofrer”. “Dinheiro não dá em árvore”. “Para ganhar dinheiro tem que sofrer muito”. “Você nunca vai conseguir vencer na vida”. “Você faz tudo pela metade”. “Nasceu pobre vai morrer pobre”. Etc.

 Essas “aparentes verdades” ficam registradas no inconsciente formando um campo energético atraindo todas as situações necessárias para reforçar suas crenças e valores.

 O mesmo pode acontecer com pessoas que vivenciaram em suas infâncias situações de brigas por herança familiar, traição e escassez de alimentos.

 Na atualidade a mídia é responsável por formar muitas “verdades” que estão conduzindo milhões de pessoas ao estresse, depressão e ansiedade. Quem já não assistiu um comercial de televisão, leu em uma revista, outdoor ou em um banner na internet algo dizendo nas entrelinhas o seguinte: “Esse mundo anda muito perigoso”. “Para ser feliz é preciso ter muito dinheiro”. “Você só será aceito pela sociedade, se for magro”. Talvez essas sejam suas verdades.

 Isso tudo acontece com muita sutileza e você nem percebe que em muitos momentos suas ações estão reforçando suas “verdades” de fracassos, derrotas e medos.

 Você já iniciou um novo projeto e quando surgiu o primeiro obstáculo apareceram os seguintes pensamentos: “Estava muito bom para ser Verdade”. “Ontem dei muita risada, tinha certeza de que hoje iria chorar.” “Sou muito velho para isso”. “Não tenho jeito para esse projeto”. “Eu sabia que com essa crise, isso não ia dar certo”.

 Essas crenças fazem parte das vidas de milhões de pessoas, criando nesse mundo um cenário de lutas, batalhas e guerras. São essas crenças responsáveis pela fome, pela miséria, pelas guerras e por todo o tipo de sofrimento humano, pois grande parte da humanidade insiste em viver o irreal acreditando ser o Real.

 É hora de virar esse jogo e escrever um novo enredo para sua história. Enquanto sua atenção estiver focada nessas crenças negativas não conseguirá perceber o sistema dinâmico que conduz sua existência. E assim continuará acreditando ser vítimas do ambiente e das circunstâncias.

 Com essa mentalidade você estará sempre com o dedo apontando alguém e responsabilizando-o pela sua situação atual. Com isso fica esperando do governo, dos pais, do patrão, dos amigos e da sociedade soluções que só depende de você.

 É necessário, urgentemente, mudanças de comportamentos, quebrando alguns paradigmas e criando novas crenças e valores. Só assim torna-se possível corrigir a rota de navegação para chegar ao destino chamado felicidade.

 Diferente do que fizeram você acreditar, o mundo não um campo de batalha. Esse planeta é um excelente palco para você desempenhar o melhor papel. Você é cocriador de sua história e responsável pelo seu destino.

 Mude suas crenças e o ambiente ao seu redor em pouco tempo refletirá essas mudanças.

 Você chegou nesse teatro da vida para desempenhar um papel de sucesso. Não importa qual seja o seu momento de atuação, dê o seu melhor, acreditando que você é merecedor de tudo que é bom e belo. Com esse novo padrão mental você substituirá suas velhas crenças criando um campo energético de pessoas vencedoras.

 Tenha certeza de que isso não acontecerá da noite para o dia, pois algumas de suas verdades o acompanham há milhares de anos e exigirão de sua parte muito dedicação, disciplina e persistência.

 Siga em frente, acreditando em seu potencial, afinal, você é filho do Criador e merece sempre o melhor. Portanto, saiba que sua vida é um fluxo ininterrupto de energia, criada pelos seus pensamentos, suas palavras e ações, que são, ao mesmo tempo, causa e consequência.

 Um grande abraço! Gratidão sempre! 

Wilson Pereira Figueredo

 Graduado em Psicologia e Especialista em Saúde Mental pala AVM – Faculdade Integrada – Manaus / AM – Tanatologia – CTAN – Centro de Estudos em Tanatologia / Fortaleza – CE – Formação em Psicoterapia Reencarnacionista e Regressão Terapêutica – ABPR – Porto Alegre / RS. Palestrante e autor dos Livros: Escola da Vida… Caminho para a Felicidade – O Grande Encontro – Câncer… Por que Comigo? Apaixonado por leituras, filmes, músicas e pela família.

https://osegredo.com.br/2017/09/para-onde-tuas-crencas-estao-te-lev…

╚══❘►Venham conhecer comunidade do Portal Arco Íris no facebook o link é:

https://www.facebook.com/PortalArcoIrisNucleoDeIntegracaoECuraCos

DESVIO ESPIRITUAL, RELACIONAMENTOS E ACEITAÇÃO DA NOSSA ESCURIDÃO

Posted by Thoth3126 on 22/09/2017

face-a-faceNos últimos 4 meses eu fiz uma pausa do mundo externo e da internet por dois meses. Eu precisava entrar em um estado sabático para resolver algumas feridas da infância e questões que surgiram para mim. A vida me mostrou a minha sombra mais uma vez para que fosse olhada e me conscientizasse dela. 

Eu pensei que eu já tinha trabalhado muito, mas agora uma outra camada foi aberta e feridas cruas e mais profundas estavam dolorosamente presentes, forçando-me a sentir um monte de emoções que eu tinha suprimido, principalmente culpa, vergonha e raiva.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

O DESVIO ESPIRITUAL, OS RELACIONAMENTOS E A NOSSA ESCURIDÃO

Fontehttps://veilofreality.com/ – Por Bernhard Guenther


É subavaliação ao extremo de dizer que o aprofundamento espiritual não é necessariamente um processo benigno, agradável, limpo ou confortável. Inicialmente, podemos flertar com a abertura espiritual, fazendo algumas práticas de meditação, lendo literatura espiritual ou metafísica, experimentando professores, cursos e ensinamentos diferentes, talvez esperando que nossas experiências espirituais nos façam mais felizes ou mais bem sucedidos, mas quando vamos – ou somos obrigados a ir – além do diletantismo espiritual e do cultismo (ou somos obrigados a ir além da superficialidade), chegando ao ponto em que não nos importamos com ser espiritualmente corretos e onde o aprofundamento espiritual não é uma opção, mas uma necessidade fundamental, percebemos que é muito mais um processo de sacrifício do que esperávamos, necessariamente colocando-nos face a face com tudo o que temos afastado, rejeitado e escondido, ou de outra forma evitado ver em nós mesmos a nossa própria sombra.

coração-amor-luzTemos uma habilidade surpreendente para nos enganar a nós mesmos, e uma habilidade igualmente surpreendente para cortar o que está em nosso caminho e que deve ser visto mais claramente. A primeira habilidade – que aparece em cada nível de desenvolvimento – gera as próprias condições que catalisam a segunda, condições que apresentam sofrimento suficiente para realmente atrair nossa atenção. Por mais inconsciente ou inconscientemente, nós convidamos as circunstâncias que trazem a nossa insatisfação para tal pico – ou através da circunstância ! – que algo tem que acontecer, fornecendo-nos a situação em que uma graça áspera (pela experiência da dor vivida)  é necessária”.  –  Robert Augustus Masters


Nos últimos 4 meses eu fiz uma pausa do mundo externo e da internet por dois meses. Eu precisava entrar em um estado sabático para resolver algumas feridas da infância e questões que surgiram para mim. A vida me mostrou a minha sombra mais uma vez para que fosse olhada e me conscientizasse dela.

Eu pensei que eu já tinha trabalhado muito, mas agora uma outra camada foi aberta e feridas cruas e mais profundas estavam dolorosamente presentes, forçando-me a sentir um monte de emoções que eu tinha suprimido, principalmente culpa, vergonha e raiva. Eu percebi que eu entendia muitas coisas intelectualmente no passado, mas não totalmente quebrara os amortecedores e armaduras do meu eu emocional que eu pensei que eu já tinha processado. Em vez disso, eu estava projetando-o para fora em direção a outros em minha vida. Meu Conhecimento e Entendimento estava superando meu Ser, não incorporando plenamente o “Trabalho”, evitando analisar e enfrentar questões mais profundas que eu não poderia ignorar mais. Como Carl Jung disse:

O inconsciente pessoal deve sempre ser tratado primeiro … caso contrário a porta de entrada para o inconsciente cósmico não pode ser aberta”.   Carl Jung

O universo e a vida atraem pessoas e situações em nossas vidas às vezes para lidarmos com o inconsciente pessoal, a ESCURIDÃO que precisamos tornar consciente em nós mesmos, antes que possamos alcançar quaisquer estados espirituais mais elevados. Os relacionamentos pessoais são muito poderosos e desafiadores a esse respeito quando nos envolvemos na dança da projeção de sombras, desencadeando ferimentos infantis inconscientes um no outro.

Quando estamos em meio a situações desafiadoras que leva a vida a uma espiral descendente e tudo parece desmoronar é difícil fazer sentido de tudo. A dor e o sofrimento podem ser intensos, resultando em depressão, ressentimento, raiva, culpa e vergonha. Sentimos ressentimento se nos sentimos prejudicados por outra pessoa e culpamos ela pela dor que nos causaram. Ou culpamo-nos com culpa e vergonha do quão ruim e mau que nós somos. Assim, julgamos os outros ou a nós mesmos, reagindo mecânica e inconscientemente.

Não há nada de errado em sentir ressentimento, raiva, culpa ou vergonha. É ok reconhecer e dizer “Ouch, você me machucou!” Ou admitir nossos erros para os outros e fazer as pazes porque nos sentimos culpados e machucamos outra pessoa por causa de nossas “más” ações. Há um lugar e expressão saudável para emoções negativas. Ela nos ajuda a iluminar as coisas que havíamos suprimido e escondido. Ela só começa a se tornar tóxica e auto-destrutiva se mantivermos persistência sobre o ressentimento / raiva ou machucamo-nos com culpa e vergonha ao ponto de diminuir a nossa saudável auto-estima.

anjos-caidos-fallen-angelsQuando não podemos deixar ir embora o ressentimento e continuamos alimentando nossa raiva, continuamente apontando tudo o que a outra pessoa está fazendo e tem feito de errado, culpando ele / ela pela nossa dor e / ou vergonha, então esta questão é mais profunda e se relaciona com a nossa infância ferida que esta subindo à superfície. Relaciona-se com nossas necessidades que não estão sendo satisfeitas por nossos pais ou feridas velhas de relacionamentos passados que nós não processamos inteiramente e deixamos vir para fora e que estão sendo reativadas. O mesmo acontece se continuarmos a diminuir-nos com culpa e vergonha, fazendo-nos sentir inúteis. Refere-se ao nosso filho, criança interior que está carregando feridas das quais ainda não tomamos consciência.

Nesse sentido, emoções negativas sobre nós mesmos ou sobre os outros podem nos levar a uma espiral descendente onde sofremos mecânica e inconscientemente. No entanto, se podemos reconhecer os gatilhos e refletir como isso se relaciona com as nossas feridas da infância, sem projetá-las no presente e tornar as coisas pessoais, então podemos usar essas emoções negativas para sofrer conscientemente a fim de dissolvê-las, superá-las e não reagir mecanicamente, Com compaixão e empatia para conosco mesmo e para com os outros. Trata-se de abordar, processar e resolver a dor e as sombras sem sentir culpa (finalmente TRANSCENDER a situação e seguir em frente).

Isso, é claro, às vezes é mais fácil dizer do que fazer porque nossos comportamentos inconscientes são difíceis de se detectar primeiro, pela simples razão porque eles são inconscientes. É importante não suprimir ou evitar emoções negativas. Eles não são realmente “negativas” para começar, apesar de causarem grande desconforto, mas tendemos a julgá-los como “más” ou nos identificamos tão fortemente com essas emoções negativas que pensamos que somos elas. Não reagir não significa suprimir, mas senti-las conscientemente, sendo vulnerável e para fazer isso precisamos sintonizar nosso corpo emocional.

Ser um trabalhador do corpo e receber massagem em uma base regular, bem como ter uma prática de yoga consistente e qi gong me mostrou muitas vezes a importância da conexão corpo-mente, como nossos traumas e feridas de infância são armazenados em nossos corpos. Nossos músculos, tecidos, órgãos e ossos são portadores de energia e memória, todos os quais estão inter-relacionados e conectados. O corpo é um organismo holístico onde nada é isolado. Tudo nos afeta física e energicamente em algum nível. Qualquer experiência que já tivemos, mesmo as coisas que aconteceram conosco, mas que nós esquecemos ou não estamos cientes delas, ainda é realizada no corpo. Quer seja dor, uma relação quebrada, dor emocional, estresse diário, problemas de infância, lesões e acidentes, trauma de vidas passadas, etc … o corpo atual armazena a experiência e não “esquece” até que seja liberado no corpo, ate que aconteça a “cura”.

Ao longo da minha vida eu tenho trabalhado através de muitas questões com a ajuda dessas técnicas corpo-mente, mas como mais veio para mim recentemente, eu precisava de uma nova abordagem. Depois de uma ruptura difícil com meu parceiro, decidimos ver um psicoterapeuta profissional (como um casal e em sessões individuais) treinados em Terapia Gestalt, Psicologia Junguiana, Trauma Work, Terapia de Liberação Somática e várias outras técnicas corpo-mente. No primeiro eu estava relutante em ir. Meu ego entrou, me dizendo “O quê? Eu? Eu não preciso ir à terapia. Eu posso trabalhar isto com meus próprios recursos!”. Mas eu percebi que tinha batido em uma parede e estava num beco sem saída. Meu relacionamento com minha parceira foi se desintegrando na medida que nossas feridas individuais da infância estavam estalando em nossos rostos, clamando por reconhecimento. Demasiados gatilhos e reações mecânicas, consciência insuficiente e falta de atenção plena.

estrelas-em-movimentoIr ver um terapeuta foi a melhor coisa que eu poderia ter feito. Quando eu estava dizendo a ela sobre o que eu estava passando, ela me parou às vezes no meio da sentença, me fazendo consciente de movimentos corporais sutis ou expressões faciais que eu fazia e não estava ciente de como eu estava falando, me guiando suavemente para sentir as emoções subjacentes, perguntando onde eu a sinto e, me encorajando a falar com ela, me ajudando a sair da minha mente e “sentir” mais. Sua presença de empatia radiante, mas com limites energéticos claros era muito poderosa, dando-me o espaço e a segurança para processar sem me sentir julgado.

Muitas vezes durante essas sessões eu comecei a chorar do nada, enquanto minha terapeuta me guiava pelo corpo. Eu tive liberações emocionais em casa durante este tempo também, chorando e lamentando com tristeza intensa, as emoções negativas (as sombras) que estavam “presas” por décadas ou mesmo vidas passadas que foram sendo liberadas. Ferimentos narcísicos desde a infância (quando um ou ambos os pais tentam satisfazer as suas necessidades através de nós e não responderam plenamente às nossas necessidades) e problemas de co-dependência emocional surgiram (o que um pode causar ao outro), duas coisas que muitos de nós estão lidando, estando conscientes ou não.

Curiosamente, eu estive consciente dessas questões durante anos, mas percebi agora que eu nunca trabalhei com elas em que o nível emocional profundo como eu era capaz de fazer agora graças à terapia. Eu não poderia ter feito isso sozinho.

Quatro meses depois, sinto uma profundidade emocional e sensibilidade com empatia e compaixão que nunca experimentei antes. No entanto, o trabalho nunca pára e é um processo contínuo. A principal coisa que eu percebi é como todos nós podemos facilmente entrar em um “desvio espiritual”, onde usamos conceitos espirituais e esotéricos para contornar o trabalho psicológico básico, de enfrentar nossas sombras, superestimar-nos e essencialmente mentir para nós mesmos sobre o nosso estado de ser, intelectualizar as coisas e não encarnar nelas. Especialmente hoje em dia com toda a psicologia pop e material de nova era, podemos facilmente amortecer problemas e evitar um trabalho psicoterapêutico mais profundo, enganando a nós mesmos o tempo todo.

Todos os que estão no “caminho” espiritual se engajaram no “DESVIO” espiritual. Precisamos aceitar que temos ou estamos usando isso para evitar nossos problemas psicológicos e nos sentirmos melhor sobre nós mesmos. Devemos ver isso com genuína compaixão e compreensão, SEM julgamento ou negação. Devemos estar conscientes de nossa capacidade de usar um desvio espiritual. Precisamos parar de empalar-nos em vários deveres espirituais e práticas e preocupações de ser agradável, positivo e espiritual. Precisamos reconhecer e agir ao abordar nossas emoções, impulsos e intenções mais escuras e negativas ou menos espirituais e parar de negá-las como parte de quem somos. Devemos estar cientes de nossa necessidade de ser alguém especial, espiritual, avançado, e parar de dividir tudo em positivo e negativo, mais alto e mais baixo, espiritual e não-espiritual. Queremos alcançar um estado de imunidade ao sofrimento.

Os sinais de evasão, fuga, do DESVIO espiritual incluem:

  • Minimização, superficialização ou negociação do nosso lado sombrio e da nossa negatividade.

  • As declarações globais como “tudo é perfeito” se desdobram como devem. É tudo uma ilusão, incluindo o seu sofrimento. É apenas seu ego.

  • Raciocínio espiritualmente racionalizado de sentir profundamente, especialmente nossas emoções menos agradáveis.

Esforços para erradicar o ego:

  • Quanto maior a dor de nossas feridas não resolvidas, maior será a probabilidade de nos envolvemos no desvio espiritual

  • Onde a prática espiritual e realização são usadas para evitar de forma direta e desprotegida o sentir a realidade crua do sofrimento, mantendo-nos seguros.

  • Sentir a necessidade de aprofundar-se nas práticas espirituais se o progresso não é bom o suficiente, auto-culpa, auto-complacência, auto-indulgência, mantém-nos distraídos de ter que enfrentar e lidar com o núcleo de sua dor.

Quando estamos sob o domínio do desvio espiritual, consideramo-lo desnecessário e só para o neurótico e, na melhor das hipóteses, reforçamos o própria egoismo que a espiritualidade poderia erradicar. É muito fácil disfarçar o medo da psicoterapia na linguagem espiritual. Pode até mesmo nos manter presos conceitualmente em um nível mais elevado.

Cortar caminho através do desvio espiritual significa voltar-se para os elementos de sombra dolorosos, indesejados, assustadores de nós mesmos. Para fazer isso, precisamos cortar nosso entorpecimento e nossas defesas, aproximando-nos com todo o cuidado que pudermos, de nossas sombras. Se ao fazer isso parece que curamos nosso coração, então estamos no caminho certo. Quando o coração cura, ele se abre e se expande, não se quebra. Quando saímos da dormência e nos tornamos mais confortáveis com nossa própria cura, vemos o que nos levou a um desvio espiritual. Esta é uma jornada desafiadora para dizer o mínimo”.   –  Robert Augustus Masters

anjo-luz-paz-movimentoMas, mesmo com a psicoterapia, precisamos ter DISCERNIMENTO e escolher o terapeuta certo é a chave. Quando me refiro a psicoterapia, falo sobre técnicas mencionadas anteriormente (Terapia Gestalt, Psicologia Jungiana, Trabalho Traumático, Terapia de Liberação Somática e várias outras técnicas corpo-mente), não simplesmente terapia de conversação freudiana ou obtenção de produtos farmacêuticos de um psicólogo. Como todos sabemos, a psicologia também se tornou muito distorcida, no entanto, ao mesmo tempo, existem muitos novos conceitos e práticas que evoluíram, combinando o trabalho espiritual e psicológico com as técnicas corpo-mente de forma muito eficiente e prática.

Durante o trabalho com o terapeuta, não só deixei de lado meu estigma em torno da psicoterapia e meu julgamento de que apenas pessoas muito “danificadas” vão à terapia, mas percebi que todos, sem exceção, podem se beneficiar do trabalho psicoterápico básico, porque todos nós temos problemas e feridas de infância persistentes em nós para serem reconhecidas e curadas. Todos nós fomos feridos de maneiras diferentes.

Especialmente neste dia e época, onde a vida se tornou mais complexa e incerta na medida que o mundo está mudando mais rápido e cada vez mais rápido, é importante mergulhar profundamente em nosso inconsciente para curar o que precisa ser curado. É parte de ser a mudança que você quer ver no mundo, confrontando sua sombra dentro e fora.

Há muito em você que não está sendo levado a esse sistema de personalidade nem a seu ego, como parte do que você percebe como “você”. Justamente oposta ao ego, enterrado no inconsciente, é o que Carl Jung chama de sombras.

Agora, a sociedade (um sistema de controle muito sutil) vai lhe dar um papel a desempenhar, e isso significa que você tem que cortar de sua vida muitas das coisas que você, como uma pessoa, pode querer pensar ou fazer. Esses potenciais são desviados para o inconsciente. Sua sociedade diz: “Você deve fazer (ser) isso, você deve fazer (ser) aquilo”; Mas ela também diz: “Você não deve fazer (ser) isso, você não deve fazer (ser) aquilo.” Essas coisas que você gostaria de fazer, que não são realmente coisas muito agradáveis para se querer fazer, aqueles colocados no seu Inconsciente, também. Este é o centro do inconsciente pessoal.

A sombra é, por assim dizer, o ponto cego em sua natureza. É o que você não quer olhar para si mesmo. Esta é a contrapartida exatamente do inconsciente freudiano, as lembranças reprimidas, bem como as potencialidades reprimidas em você.

A sombra é o que você poderia ter sido se tivesse nascido do outro lado da faixa: a outra pessoa, o outro você. É composto dos desejos e idéias dentro de vocês e que vocês estão reprimindo – todos introjetados no seu ID. A sombra é o aterramento do eu. No entanto, é também uma espécie de cofre: ele possui grandes potencialidades não realizadas dentro de você.

A natureza da sua sombra é uma função da natureza do seu EGO (eu inferior, instintivo). É o oposto de seu lado LUZ. Nos mitos, a sombra é representada como o monstro que tem de ser superado, o DRAGÃO (pessoal). É a coisa escura que surge do abismo e confronta você no minuto em que você começa a se deslocar para o inconsciente. É a coisa que assusta você para que você não queira ir para lá. Ele bate de baixo e do seu mais íntimo e recôndito ser. Quem é esse lá embaixo? Quem é isso lá em cima? Tudo isso é muito, muito misterioso e assustador.

Se o seu ego pessoal é muito superficial, muito estreito – se você enterrou muito de você dentro de sua sombra – você vai secar. A maioria de suas energias (da LUZ) não estão disponíveis para você. Muita coisa pode se reunir lá nas suas profundezas. E, eventualmente, uma Enantiodromia vai bater pesado, e que não é reconhecida, os demônios aos quais voce esteve desatento vão emergir rugindo para serem curados pela LUZ.

A sombra é a parte de você que você não sabe (ou esta negando) que está lá. Seus amigos vêem, no entanto, e é também por isso que algumas pessoas não gostam de você. A sombra é você como você poderia ter sido; É esse aspecto de você que poderia ter sido se você tivesse permitido a si mesmo cumprir o seu potencial inaceitável.

A sociedade (um sistema de controle muito sutil), é claro, não reconhece esses aspectos de seu eu potencial. Você mesmo não está reconhecendo esses aspectos de si mesmo; você não sabe que eles estão lá ou que você os reprimiu. A sombra é aquela parte de você que você não vai permitir mostrar aos demais, que inclui o bem – quero dizer potencialmente – assim como aspectos perigosos, sombrios e desastrosos do seu potencial.

Tudo o que nos irrita nos outros pode nos levar a uma compreensão profunda de nós mesmos“. Carl G. Jung

espelhoVocê pode reconhecer quem é voce mesmo simplesmente pensando nas pessoas de quem você não gosta. Eles correspondem àquela pessoa que você poderia ter sido – de outra forma, eles não significariam muito para você. As pessoas que te excitam positivamente ou negativamente capturaram algo projetado de si mesmo: “Eu não te amo, Dr. Fell. A razão pela qual eu não posso dizer, mas isso só eu sei muito bem, eu não te amo, Dr. Fell? “

Por quê? Porque ele é minha sombra. Eu não sei se você teve experiências semelhantes em sua vida, mas há pessoas que eu desprezo no momento em que eu as vejo. Essas pessoas representam esses aspectos NEGATIVOS de mim mesmo, cuja existência recuso-me a admitir. O ego tende a se identificar com a (o que o sistema diz ser CORRETO E ACEITÁVEL, manipulando-nos) sociedade, esquecendo-se dessa sombra. Ele pensa que é você. Essa é a posição em que a sociedade nos coloca, nos induz a aceitar. A sociedade (o sistema que te controla) não dá a mínima se você quebrar quando está terminando com você – esse é o seu problema.

Jung chama o indivíduo que se identifica com sua persona uma  personalidade mana ; Nós a designamos como uma camisa inflada. Essa é uma pessoa que não é nada além do papel que (o EGO) ele ou ela desempenha. Uma pessoa desse tipo nunca deixa seu caráter, persona (o POTENCIAL) real se desenvolver. Ele permanece simplesmente USANDO uma máscara, e na medida que seus poderes falham – na medida em que ele comete, persiste nos erros e assim por diante – ele se torna cada vez mais assustado e inseguro sobre si mesmo, coloca cada vez mais um esforço enorme em manter a máscara. Em seguida, ocorre a separação entre a persona e o SELF, forçando a sombra a recuar mais e mais no abismo.

Você deve assimilar a sua própria sombra, abraçá-la. Você não precisa agir com base nela, necessariamente, mas você deve reconhecê-la e aceitá-la e assim transcende-la. Você não deve assimilar a anima / animus – esse é um desafio diferente. Você deve se relacionar com ela através do outro.

A única maneira de se tornar um ser humano é através de relacionamentos com outros seres humanos”.  –  Joseph Campbell, Caminhos para a Felicidade

Na vida cotidiana, relacionamentos íntimos ou apenas amizades podem desencadear a sombra existente em si próprio. Quando os problemas surgem em um relacionamento como eles sempre acontecem em um determinado ponto e a sombra emerge em cada um, projetando-o sobre o outro e machucando uns aos outros inconscientemente, há uma chance de curar feridas de infância profundamente enraizadas que estão surgindo novamente, cada parceiro jogando para fora os problemas com a figura do pai (ou ambos) por quem fomos feridos (como todos nós temos sido em vários graus porque nenhum pai é perfeito), por causa de suas próprias feridas. Se pudermos reconhecer isso e levar nossas projeções de volta, compreendendo que não há ninguém para culpar, nem o parceiro nem os pais, mas que são apenas lições (desde que não as rejeitemos), o relacionamento pode ser transformado para um nível superior.

Mas isso requer trabalho sincero e corajoso de ambos os parceiros com humildade, compaixão e empatia, especialmente porque as projeções não vão parar durante uma noite pois continuaremos sendo acionados a escorregar para trás em comportamentos negativos inconscientes. Às vezes, uma terceira pessoa, um mediador ou terapeuta é necessário. Trata-se de abordar, processar e resolver, fazer as pazes e ajudar-nos uns aos outros no processo. Este não é um trabalho fácil, de longe, porque essas feridas antigas podem machucar muito e todos nós tendemos sempre a querer a evitar a dor e amortece-las com um band-aid qualquer, projetando a causa sobre a outra pessoa em vez de curar as nossas feridas. É o fogo onde o chumbo é transformado em ouro (alquimia).

Se isso não for possível e não ficarmos cientes dos gatilhos e projeções e continuarmos levando as coisas pessoalmente e culpando o outro, o relacionamento se desintegrará, seja porque ambos não possuem suas projeções, ou uma pessoa esta tão reprimida e ferida (por trauma / dependência), e não se engaja no auto-trabalho sincero, que as projeções se intensificam, mascaradas com raiva inconsciente e ressentimento, constantemente encontrando falhas no outro para justificar esses sentimentos, fazendo-o andar sobre cascas de ovos. Então a única maneira é a separação, pois de outra modo nós seguiremos uma espiral descendente. Precisamos cuidar de nós mesmos em primeiro lugar e não podemos “fazer” nada pelo outro neste caso. Isso não é ser egoísta, mas ser maduro. “Resolução pacífica”, onde ambas as pessoas possuem suas projeções e fazem as pazes nem sempre é possível.

coração-dor-decepçãoMuitos continuam a ser seduzidos pela esperança de que seu parceiro vai mudar para melhor, ficando tão acostumado a ter um relacionamento subnutrido que, quando algumas migalhas de um resultado desejado aparecer (muitas vezes, após um grande barulho ser feito sobre a necessidade de um relacionamento mais próximo), essas migalhas ficam enquadradas como uma festa, uma razão para pendurar lá, para manter a espera, esperando e esperando … E enquanto estamos esperando assim, estamos fazendo pouco mais do que adiar nossa vida, empalando-nos na nossa vã esperança (nossa nostalgia e medo pelo futuro), como se isso fosse tudo o que merecêssemos”. –  Robert Augustus Masters

O Sr. Gurdjieff disse que seria necessário desenvolver-se a tal ponto que seria possível conhecer e entender o suficiente para poder ajudar alguém a fazer algo necessário para si mesmo, mesmo quando essa pessoa não estava consciente dessa necessidade, e isso pode funcionar contra você, só que neste sentido foi o amor corretamente responsável e digno do nome do amor real (incondicional)……. Ele acrescentou que, mesmo com a melhor das intenções, a maioria das pessoas teria demasiado medo de amar outra pessoa em um sentido ativo, ou mesmo tentar fazer qualquer coisa por elas; E que um dos aspectos terríveis do amor era que, embora fosse possível ajudar uma outra pessoa até certo ponto, não era possível realmente “fazer” nada por eles. Se você vê outro homem cair, quando ele deveria andar, você pode ajudá-lo a levantar-se. Mas, Embora dar mais um passo seja muito mais necessário para ele do que o ar, ele deve dar esse passo sozinho; é impossível para outra pessoa caminhar por ele”. –  P.D. Ouspensky

Ser o alvo da projeção de sombras de alguém em um relacionamento íntimo (ou nas amizades) é o mais difícil, especialmente enquanto você está fazendo o seu melhor para transcender as suas próprias projeções e reconhecer o dano que você causou por causa de seus próprios comportamentos inconscientes. Dói porque amamos a outra pessoa. Mas mesmo nessa dor, eu sei que aquele que me machuca está com mais dor e não é por minha causa, então eu vou ao seu encontro com compaixão e empatia. Às vezes isso é mais difícil de dizer do que de fazer, mas é a única maneira se não quisermos repetir essas lições na próxima relação apenas com um rosto diferente e ser confrontado com a sombra repetidas vezes sem conta.

Uma forte indicação de projeção de sombras é se estamos tentando “salvar” alguém ou tentando desesperadamente ser “salvos” por alguém, mesmo que inconscientemente. O relacionamento vítima / salvador é um dos movimentos inconscientes mais comuns que une as pessoas, confundindo isso com amor. Tudo diz respeito a não conseguir ter certas necessidades atendidas (superar nossas carências) na infância e tentar obtê-los reconhecidos através de nosso parceiro ou amigos. Enquanto mantivermos F.A.C.E. (Fear, Attachment, Control, Entitlement-Medo, Apego, Controle, Direitos) não aprenderemos as nossas lições, mas continuaremos projetando nossa sombra no outro. Mas a única pessoa que estamos realmente machucando somos nós mesmos, mesmo que não possamos percebê-lo naquele momento.

A dança das sombras, empurrando e presionando, ninguém tem mais culpa do que o outro, ninguém é melhor do que o outro. Às vezes, as ações de uma pessoa parecem ser mais dolorosas do que as do outro. Mas sempre teremos uma visão muito limitada sobre isso. Não vemos o quadro completo. Karma e questões (comportamentais) de vidas passadas também estão em jogo. O universo sempre busca o equilíbrio no quadro maior, mesmo se não pudermos vê-lo (ou mesmo que não queiramos aceitá-lo) na situação em que estamos. É o jogo da dualidade, o yin e o yang, LUZ.

Os relacionamentos íntimos podem agir como um caminho acelerado no desenvolvimento espiritual, como um catalisador, porque grande parte de nossas sombras inconscientes podem facilmente esconder-se enquanto evitamos relacionamentos ou procuramos infinitamente o “parceiro perfeito” que nunca aparecerá. Por outro lado, alguns de nós vão de relacionamento para relacionamento, com medo sempre de estar sozinho, da solidão, não integrando as lições de relacionamentos passados e constantemente procurando fora de nós mesmos por amor, aceitação e realização.

Neste dia e época, os relacionamentos são muito desafiadores, especialmente para aqueles que buscam a verdade sinceramente dentro e fora, saindo da complacência e da conformidade, não jogando pelas regras da sociedade (o sistema de controle em relação a realização do seu potencial), expectativas e desejos condicionados. Temos de pagar com nós mesmos, confrontando o predador e as sombras em primeiro lugar. Então às vezes as pessoas e as situações entram em nossas vidas para que joguem para fora o que nós temos escondido longitudinalmente, somente para que nós reconheçamos as nossas próprias sombras sem culpa.

A regra psicológica diz que quando uma situação interior não é tornada consciente (ou aceita, compreendida), ela acontece vindo de fora como “destino”(Karma). Ou seja, quando o indivíduo permanece indiviso e não se torna consciente de seu oposto interno, o mundo deve forçosamente atuar no conflito e ser dividido em metades opostas. – Carl G. Jung

Uma das melhores ferramentas que me ajudaram a entender melhor a mim mesmo e aos outros é a astrologia, especialmente combinada com o trabalho psicoterapêutico. Eu sempre gostei da astrologia e aprendi muito sobre mim mesmo desde que eu comecei a análise em minha primeira leitura de minha carta natal em torno de 2001. Durante os últimos quatro meses eu tenho entrado mais fundo nisso e aprendi a apreciar mais a habilidade, conhecimento e intuição de astrólogos talentosos. A astrologia tem evoluído ao longo dos anos também. Eu posso altamente recomendar para começar uma análise profissional de sua carta do seu mapa natal em um ponto em sua vida. Eu tenho algum conhecimento básico de astrologia, mas colocando tudo junto com todas as nuances finas e a imagem maior, uma leitura profissional é absolutamente essencial, caso contrário, você vai se enganar e interpretar mal muitas coisas em seu gráfico. A única interpretação de gráficos gerada por computador que posso recomendar é o trabalho de Liz Green em www.astro.com, especialmente seu Horóscopo Psicológico,

masculino-feminino-criadorNo entanto, vale a pena investir em uma leitura individual com um astrólogo profissional, porque nenhum gráfico gerado por computador pode substituir o trabalho intuitivo de um astrólogo competente olhando seu gráfico natal omo um todo. Há muitos astrólogos talentosos lá fora. Compreender seu mapa natal e como os trânsitos atuais o afetam abre um mundo totalmente novo e uma consciência que é muito útil para o seu auto-trabalho e compreensão de si mesmo e dos outros, resultando em aceitação e compaixão.

Ao estudar a astrologia eu a apliquei a casos concretos muitas vezes. O experimento é mais sugestivo para uma mente versátil, não confiável nas mãos dos sem imaginação, e perigoso nas mãos de um tolo, como sempre são os métodos intuitivos. Se usado de forma inteligente, a experiência é útil nos casos em que se trata de uma estrutura opaca. Muitas vezes, fornece insights surpreendentes. O limite mais definido do experimento é a falta de inteligência e literalidade do observador. Sem dúvida, a astrologia hoje está florescendo como nunca antes no passado, mas ainda é mais insatisfatoriamente explorada, apesar do uso muito freqüente. É uma ferramenta apta apenas quando usada de forma inteligente (consciente). Não é de todo infalível e quando usada por uma mente racionalista e estreita (obtusa e egoica) é um incômodo definido. – Carl G. Jung

Se usamos a terminologia psicológica ou esotérica, o fato básico permanece o mesmo: os seres humanos não ganham livre-arbítrio, exceto através da própria auto-descoberta, e não tentam a auto-descoberta até que as coisas se tornem tão dolorosas que não tenham outra escolha. Se o indivíduo não faz nenhum esforço para expandir sua consciência para que ele possa entender a natureza de seu desdobramento total e possa começar a cooperar com ele, então parecerá que ele é um mero peão do destino e não tem controle sobre sua vida. Ele só pode ganhar sua liberdade aprendendo sobre si mesmo para que ele possa entender o valor que uma experiência particular tem para o desenvolvimento de todo o seu eu”. – Liz Green

Mas como com qualquer um desses sistemas (Astrologia, Design Humano, Numerologia, etc), ao dar insights, eles são todos limitados em sua própria maneira e há outros fatores a considerar. Os leitores do meu blog sabem que existem forças que afetam nosso planeta,  o reino hiperdimensional. Há a questão da psicopatia genética, a questão da alma e que não somos todos os mesmos dentro e nem todos temos a capacidade de ativar os centros superiores. Como mencionado anteriormente, estes são tópicos muito complexos que precisam de estudo e consideração cuidadosos. Então há apegos do espírito, que podem alterar a personalidade de modo sutil a muito severo. 

A psicoterapia moderna não reconhece a possibilidade do ataque psíquico e das forças hiperdimensionais que operam através de nós. A maioria das pessoas ainda tem uma cosmovisão muito antropocêntrica. Qualquer pessoa que tente despertar da hipnose da humanidade está sob a possibilidade de se encontrar com resistência e ataque, que pode vir através de nossas próprias mentes ou trabalhando com pessoas próximas a nós, nos drenando, nos distraindo e sabotando qualquer tentativa de “escapar da matriz”. Felizmente o terapeuta com que eu tenho trabalhado está ciente dos tópicos acima mencionados e os incorpora em seu trabalho também. Mas mesmo sem entender o reino não-físico, fazer um trabalho psicoterapêutico básico pode curar muito e estabelecer o fundamento muito necessário antes que possamos chegar a um nível mais elevado de elevação de nossa consciência. Na verdade, isso é essencial.

Há milhões de coisas que impedem o homem e a mulher de despertarem para seu POTENCIAL EVOLUTIVO, E que os mantém sob o poder de seus sonhos (do EGO) hipnóticos. A fim de agir conscientemente com a intenção de despertar, é muito necessário conhecer a natureza das forças que mantêm o homem/mulher em estado de sono. Primeiro de tudo deve ser percebido que o sono (hipnose controlada pelo sistema) em que o ser humano existe não é normal, mas é um sono hipnótico. O homem/mulher é hipnotizado e esse estado hipnótico é continuamente mantido e fortalecido neles. Poder-se-ia pensar (de fato PODEMOS TER CERTEZA) de que existem forças para quem é útil e proveitoso manter o ser humano em estado hipnótico (sob controle) e impedi-lo de ver a sua PRÓPRIA verdade e entender sua posição como ser consciente”.  –  G.I. Gurdjieff

E como aprendemos com Jesus Cristo, Gurdjieff e os sufis gnósticos, Castañeda e os Cassiopeanos, as regras deste mundo em que vivemos foram criadas e são controladas por este status de hierarquia (das Trevas) e isso têm sido assim por muito tempo (desde o princípio do atual ciclo humano na Terra). Cada vez que a revelação deste Sistema de Controle é tentada, a Matrix entra uma resposta para destruir a revelação (e o seu veículo). E é claro que esta é a situação atual … É somente ao “ver, e perceber o invisível” que nos tornamos conscientes de níveis mais elevados de ser; É nas interações humanas ordinárias que experimentamos as “batalhas” entre as forças das TREVAS e da LUZ! E é definitivamente este fator que o Sistema de Controle de Matrix tenta vigorosamente esconder … Em outras palavras, não estamos falando apenas de uma “pequena disputa”, estamos falando de uma batalha de forças em outros (e vários diferentes) níveis, se manifestando – como SEMPRE – na dinâmica dos assuntos humanos”.

Laura Knight Jadczyk, “The Wave” Volume 5 e 6 “Petty Tyrants & Facing the Unknown”

diamante-azul-movimento

Libere-se de sua ESCURIDÃO… seja UM DIAMANTE …

Considerando tudo isso, podemos facilmente sentir-nos sem poder e oprimidos e ainda há muito que não sabemos. Precisamos nos lembrar de dar pequenos passos, um de cada vez, com paciência, tolerância (sem auto complacência)  e compaixão por nós mesmos e pelos outros. Sempre feriremos os outros ou auto-sabotaremos nosso próprio desenvolvimento no processo de viver a vida às vezes. Procuraremos culpas e desculpas, tentando dar sentido a situações desafiadoras que não podem ser entendidas num determinado momento, racionalizando nossas decisões e comportamentos e mentindo para nós mesmos e aos outros inconscientemente. Inflaremos nossos EGOS com auto-importância e retidão, ou diminuiremos com piedade, poderemos ser excessivamente emocionais ou emocionalmente fechados, poderemos superar os outros ou fugir do confronto necessário para nos defendermos. Vamos superestimar nosso progresso espiritual, Envolvendo-nos no DESVIO espiritual ou nos tornamos muito duros com nós mesmos. Em suma, sempre vamos cometer erros e estragar tudo algumas vezes. É a vida, mas através do sofrimento e do auto-trabalho sincero e CORAJOSO que aprendemos e crescemos. É por isso que precisamos de compaixão mais do que qualquer outra coisa.

A aflição é um estágio essencial e necessário em qualquer forma de auto-trabalho e auto-cura, o que nos leva à compaixão e à empatia. Pode ser doloroso e aparentemente interminável, mas a única saída é através da passagem do tempo e da cura de todas as feridas se continuarmos trabalhando em nós mesmos e deixarmos a graça nos guiar.

A DOR, TRISTEZA consciente significa luto e devemos deixar ir o passado sem expectativas, medos, censuras, culpas, vergonha, controle, e assim por diante. Sem esse sofrimento consciente, nem o passado nem a pessoa podem ser postos para descansar. Quando nos entristecemos conscientemente, lamentamos cada uma das decepções, insultos e traições do passado agora irrevogavelmente perdidos. Lamentamos qualquer abuso – físico, sexual, emocional. Nós choramos como por nossos pais [ou amigos e parceiros românticos] que simplesmente não nos queiram mais, não nos amaram ou não conseguiram superar suas próprias necessidades o suficiente para nos ver como seres adoráveis que éramos e assim permitir que o nosso SER (real) único emergisse. Nós choramos por todos os modos em que dissemos não ao presente que procuramos lhes dar: plena visibilidade do nosso verdadeiro eu, não o eu que tivemos que fabricar para agradá-los ou protegê-los. Nós choramos todas as vezes que nos viram como um ser assustado, desamparado, e triste, continuamos e ainda não respondemos, cedemos, ou pedimos desculpas. Nós choramos porque até agora, depois de todos esses anos, eles ainda não admitiram seu abuso ou falta de compaixão.

A posição favorita da tristeza é ficar sobre nossos ombros, pressionando-nos. Se estou abandonado no presente e me permito lamentar o abandono, todos os velhos abandonos do passado, que aguardam a sua vez para emergir, saltam sobre meus ombros aflitos. Também estão incluídos nessa tristeza as dores do coletivo humano, o que Virgil chama de “lágrimas nas coisas”. Esses são os dados da relação: o sentido de algo que falta, as intimidades fugidias, os inevitáveis fins. Nós carregamos a sensibilidade a todos aqueles em nossos corações, e nossas dores pessoais os evocam. Que maneira de descobrir que não estamos sozinhos! Nós carregamos a herança do passado arquetípico e o enriquecemos continuamente com nossa experiência pessoal.

Jung sugere que trabalhar em nossos problemas de infância é um primeiro passo necessário para a elevação à consciência espiritual. Como ele diz, “o inconsciente pessoal deve sempre ser tratado primeiro … caso contrário a porta de entrada para o inconsciente cósmico não pode ser aberta.” Não podemos compensar as perdas, mas podemos aprender a tolerá-las e contê-las. Isto é sobre a viagem com a alma de luto.

O luto é uma ação e não uma transação. É nossa responsabilidade pessoal, por isso não o fazemos com os perpetradores de nossas perdas, incluindo nossos pais [e parceiros]. Nós interrompemos nossa própria cura, contanto que ainda tenhamos que lhes dizer o quão mal pensamos que eles eram.

Alguns de nós ainda não estão prontos para enfrentar o que realmente aconteceu conosco; Suspeitamos ou até mesmo sabemos que não temos a força para seguir o processo até sua dolorosa conclusão. É importante respeitar essa hesitação e honrar nosso próprio tempo. Algumas lágrimas podem ser derramadas hoje, algumas no próximo ano, algumas em trinta anos. A criança interior do passado conta sua história um pouco de cada vez, para que não tenhamos muito que lidar com tudo de uma vez. “Pressa ou atraso é interferência”, D.W. Winnicott diz. O fato de que o luto leva tanto tempo para ser resolvido não é um sinal de nossa inadequação. Em vez disso, isso indica nossa profundidade de alma.

Uma narração cognitiva do passado só pode ser uma memória de uma memória a menos que esteja fortemente ligada a um sentimento corporal, porque cada célula do nosso corpo recorda cada evento que nos atingiu na infância. O corpo, mais do que a mente, é o verdadeiro inconsciente humano, armazenando tanto a memória da dor como nossas tentativas de evitá-la. O trabalho, então, é encontrar o sentido exato do que sentimos e não necessariamente uma história de exatamente o que aconteceu. Na verdade, o conteúdo das memórias é menos crucial do que os conflitos que elas representam e as reencenações das situações a que ainda estamos presos. Esses são os verdadeiros alvos do sofrimento, não a lembrança do que aconteceu.

Na verdade, talvez nunca saibamos o que realmente aconteceu no nosso passado, não porque está tão perdido no esquecimento, mas porque está continuamente mudando em nossa memória. Em cada fase da vida, ela se rearranja para se adequar ao nosso novo senso de nós mesmos e do mundo. Memórias são seleções do passado. Assim, nosso objetivo não é tanto reconstruir a memória, mas reestruturar nosso sentido geral do passado para atender às nossas necessidades em mudança constante”. – David Richo

Através do meu próprio processo de luto eu tenho aproveitado ainda mais o sofrimento do coletivo, quase sentindo a dor do mundo. É muito humilhante, ajudando-me a sentir compaixão por mim, amigos e pela humanidade, uma abertura de coração em um nível que eu não experimentei antes, encorajando-me a falar mais e ser mais compassivo ao mesmo tempo, ser um humano à serviço o melhor que posso enquanto cuido  e trabalho em mim mesmo. Ainda assim, é um longo caminho a percorrer e eu aceito os desafios à medida que eles surgem. Estamos todos juntos nisso e é para isso que nos comprometemos.

Começamos com “meu” sofrimento e podemos permanecer lá, mas às vezes mudamos para “nossa” dor enquanto nossa crueza de coração começa a irradiar para incluir o sofrimento de outros próximos a nós. E então podemos mudar ainda mais para o “sofrimento” enquanto sentimos o nosso sofrimento coletivo e permitimos que esse sentimento nos permeie – o que não apenas traz mais tristeza, mas também mais amor, amor que permanece mesmo enquanto chora livremente. Aqui há um enorme sofrimento, uma dor enorme e uma abertura profunda – juntos, levando-nos através dos extremos da dor em uma amplitude tão naturalmente compassiva quanto vasta “. – Robert Augustus Masters

CorpodeluzazulAlguém sábio disse uma vez: “Quantas vezes você tem que pegar o telefone até que você receba a mensagem? Você não começa a seguir em frente na vida até que as lições são aprendidas e tudo o que há são as lições, todos os dias, a cada momento“. Meditar sobre isso pode ter um efeito de cura profunda e aceitação, compaixão por si mesmo e pelos outros.

Alguns de meus amigos mais próximos passaram por alguns tempos bastante desafiadores recentemente, eu incluído, e eu sei que há muitas pessoas lá fora que também estão neste contexto. Os trânsitos astrológicos intensos confirmá-lo também. Tenha em mente, tudo o que há são lições e aprendemos na medida que seguimos em frente, passo a passo, às vezes alguns passos para trás, às vezes em círculos, mas sempre em movimento. A única constante e certeza é a da mudança e enquanto você estiver neste corpo, há lições a serem aprendidas. Tenha fé e MUITA CORAGEM!


Um dia você finalmente soube o que tinha que fazer e começou, embora as vozes ao seu redor  continuassem gritando seus maus conselhos – embora toda a casa começasse a tremer e você sentisse o velho puxão em seus tornozelos. “Reparem a minha vida!” Gritou cada voz. Mas você não parou. Você sabia o que tinha que fazer, embora o vento estivesse com seus dedos rígidos batendo nos próprios alicerces, embora sua melancolia fosse terrível. Já era tarde demais, e uma noite selvagem, e a estrada cheia de galhos caídos e pedras. Mas pouco a pouco, voce avançou, na medida que deixou suas vozes para trás”. (Mary Oliver, A Jornada)


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

www.thoth3126.com.br

UM OCEANO DE POSSIBILIDADES

O momento presente representa um infindável oceano de possibilidades. Podemos começar a confeccionar agora um belo e maravilhoso futuro se formos capazes de incutir em nossa essência uma perspectiva toda embasada no bem, no bom, no belo, no justo e no prazeroso.

Eu sei! É difícil mudar e manter a energia elevada, no melhor patamar da positividade. Mas, isso pode se tornar algo possível e viável ao longo de um tempo razoável se começarmos a mudar pequenas coisas do nosso dia a dia e mantermos isso com foco e disciplina.

A mudança positiva pode ser iniciada à conta gotas, a partir de pequenas atitudes diárias. Dessa forma, alterando pequenas coisas para o lado da positividade, imperceptivelmente vamos reeducando a mente e as emoções, origem de toda a transformação positiva que almejamos.

 Use o dia de hoje para começar a modificar a sua consciência. Comece pequeno, mas seja persistente na prática diária de construir um novo e belo paradigma embasado em coisas boas e positivas. O que vale não é o tamanho da atitude, mas sua constância.

Pensamentos e atos positivos, repetidos de forma metódica, tendem a se tornarem bons costumes ao longo do tempo.

Mantidos na alma por um determinado tempo costumes transformam-se em hábitos nobres e elevados, bases do material mágico através do qual Deus trabalha. Simples assim!

Somos seres de hábito, caríssimo Aprendiz.

Hábitos nobres e elevados são os elementos potencializadores da nossa energia. Criar e manter bons hábitos a partir de uma prática diária elencada no positivismo é algo tremendo. Tem o poder de transformar um inferno em céu.

Veja bem, Aprendiz: cada instante representa uma nova chance que o Criador nos dá e cada momento que desperdiçamos é um ato de recusa à grandeza e à preciosidade que é a vida.

Se reconhecermos o valor de cada momento e olharmos para as oportunidades que nos são oferecidas, mudaremos radicalmente a nossa energia agora. E, consequentemente, modificaremos substancialmente os resultados que experimentaremos no futuro.

Eu já disse e repito: somos seres de hábito.

Cada pensamento bom, alimentado por uma emoção sincera e real, repetido com constância, tende a se transformar em um hábito nobre e elevado.

O hábito faz o monge, Aprendiz!

O hábito gera demônios, Aprendiz.

A escolha, como sempre, está em suas mãos.

Escolha viver bem. Opte por plantar agora as sementes mentais e emocionais que produzirão, a seu tempo, hábitos geradores de energia boa. Essa sementeira  bendita se converterá, no tempo oportuno, em uma colheita abençoada, trazendo para a sua experiência de vida bênçãos de todos os tipos, tais como: sorte, saúde, equilíbrio, alegria, serenidade e paz interior.

Mude seus hábitos e você será capaz de remodelar seu destino de maneira magnífica. Foco e persistência no bem, no bom, no belo, no justo e no prazeroso é algo que tem um poder avassalador tremendo. Disso em tenho absoluta certeza.

Experimente e verá!

Francisco Ferreira, O Aprendiz

http://www.academiadoaprendiz.com.br/

╚══❘►Venham conhecer comunidade do Portal Arco Íris no facebook o link é:

https://www.facebook.com/PortalArcoIrisNucleoDeIntegracaoECuraCosmi…

COMPREENDER O QUE ESTÁ  OCORRENDO COM AS MUDANÇAS NA TERRA

Por Jenny Schiltz

09/09/17

Eu recebi essa pergunta e sei que está nas mentes de muitas pessoas, portanto vou compartilhar a resposta aqui com todos vocês.

Jenny – O que está acontecendo com todos esses desastres naturais: furacões de costa a costa e agora um terremoto no México? Como ficar sem medo?


RESPOSTA:

Pense nisto como um esclarecimento. À medida que estamos removendo nossa densidade, passamos por muitas emoções, ataques e gritos, muitas lágrimas. A Terra tem que remover sua densidade também.

Disseram-me que esses dois furacões não foram devido às consecuções humanas (sei que há muita discussão a esse respeito, mas eu confio no que recebo) e sei que todos os reinos: humano, vegetal, animal e mineral fecharam um acordo para participar desta purificação.

Sob o ponto de vista humano, pode ser muito difícil observar as pessoas lutando e a perda de vidas. A única forma de manter-se afastado do medo e do sofrimento é ver isso sob a perspectiva da alma.

Quando entrei em contato com a energia do furacão Harvey, disseram-me diretamente que eu não devia tentar diminuir o que precisava acontecer. Com o Harvey, eu pude ajudar a abrir os portais para que os vegetais, animais e humanos atravessassem com facilidade e graça.

Com o furacão Irma, disseram-me novamente não, contudo deram-me a permissão de remover a força desta tempestade ampliada pelo medo e a propaganda.

É importante lembrar de que embora sejamos seres muito poderosos que podem afetar essas coisas, ainda precisamos pedir permissão quando curar – não importa se uma tempestade ou uma pessoa.

Nem sempre vemos o plano mais elevado, de modo que devemos perguntar e confiar na resposta.

Nada disso nega a necessidade de compaixão e cuidados com todos que estão passando por esses desastres. Embora sob a perspectiva da alma possamos compreender que esses eventos são para a purificação, em nível humano, não.

Portanto, somos convidados a agir de qualquer maneira que combine conosco.

Conheço algumas pessoas que adotaram animais para liberar espaço para aqueles que foram afetados pelas tempestades. Outros estão arrecadando alimentos e roupas. Ainda outros estão doando dinheiro e alguns estão enviando energia para todos os afetados. Tudo isso ajuda e tudo isso importa.

Permaneçam fortes todos vocês.
Envio a todos vocês muito amor.

Jenny.

Direitos Autorais: Site original: 
www.channelingthemasters.wordpress.com

Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com

Copyright 2017, Jenny Schiltz – Se repassar, por favor, mantenham a integridade desta informação exatamente como se encontra aqui e incluindo todos os links acima e os links da publicação original.

MENSAGEM EXTRATERRESTRE PARA A HUMANIDADE: “VOCÊS QUEREM O CONTATO?”

Posted by Thoth3126 on 20/09/2017

Estamos prestes a mergulhar em uma mensagem de “transmissão” ou “canalizada” que alegadamente aconteceu com um homem com o nome de Jean Ederman, também conhecido como Eric Julien. Jean tinha praticado projetar sua mente quando ele entrou em contato com o que ele chamou de seres extraterrestres benéficos, quando recebeu “a mensagem”.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

VOCES QUEREM O CONTATO?” Uma Mensagem Extraterrestre para a humanidade.

Fontehttp://www.bibliotecapleyades.net/

Por Joe Martino – 12 de setembro de 2017 – do Web site da evolução coletiva

Nota: nos referiremos a ele como Eric a partir daqui. Antes de entrar na mensagem, é importante mergulhar em um plano de fundo sobre Eric, tentar determinar quem ele realmente é e se o seu fundo pode ou não ser considerado credível. De qualquer forma, mesmo quando nos movermos através desta informação, sugerimos que todos que a leem usem sua própria intuição e discernimento interior sobre o assunto que iremos explorar.

A negação cega não nos faz bem da mesma maneira que a aceitação cega também não faz. Algumas coisas rápidas para irmos no caminho imediatamente: a realidade da visão remota, a projeção astral, canalização e a existência de ETs. Há uma tonelada de evidências credíveis explorando esses tópicos em operações de Black Ops orçamento negro e nível militar. Essas habilidades são usadas e bilhões foram gastos explorando-os dentro das forças militares dos EUA.

Você pode aprender mais sobre os programas de visualização remota da CIA, onde os militares usam e estudam habilidades psíquicas (aqui), e mais sobre ETs e os documentos para provar a realidade deles em um filme inovador aqui. Com esses recursos dispostos a ajudar a abrir a realidade de como tudo isso é possível, podemos continuar com uma mente aberta na análise da mensagem.

Eu acho importante colocar esses recursos antes à mão, porque simplesmente, a maioria das pessoas não percebe que todas essas “habilidades” ou “fraudes pseudocientíficas” são realmente bem estudadas, documentadas e reais. Na verdade, é provável que seu dólar de imposto pague pelo extenso estudo e treinamento dessas habilidades.


A História de Eric

Eric afirma ter sido um piloto de jato militar, controlador de tráfego aéreo e gerente de aeroporto, e possui mestrado em economia. Ele afirma que, desde os 6 anos de idade, ele tem tido experiências com ETs e UFO’s. Eric publicou um livro em 2006 chamado The Science of Extraterrestrials.

Esse seu livro foi revisado por uma série de pesquisadores de ETs e UFOs e obteve alta consideração. Como piloto nas forças armadas, ele afirmou ter tido contato com a tecnologia extraterrestre, incluindo pilotar uma embarcação ET. Um proeminente pesquisador de OVNI chamado Michael Salla teve isso a dizer sobre o livro e o trabalho de Eric,

Uma série de proeminentes pesquisadores / cientistas franceses revisaram seu livro e pensaram muito, e concluiram que não é um trabalho plagiado o que foi uma das críticas iniciais contra ele. Eu li uma dessas críticas e é claro que o autor, inicialmente muito cético, ficou impressionado com o trabalho de Eric “.

Ao longo do tempo, Eric passou a falar em várias conferências sobre os tópicos ET e UFO e compartilhou assuntos interessantes que ele alega ter se envolvido em relação à tecnologia ET e UFO.

O Estilo da Mensagem

Existem algumas notas-chave a serem observadas ao explorar a mensagem canalizada abaixo. O estilo da mensagem é deliberado e com propósito. Não é “ditativo” ou condescendente. Isso geralmente é visto quando as pessoas estão tentando informar ao invés de sugerir crenças aos outros. As escolhas de como a humanidade lida com os desafios que enfrenta atualmente são deixadas como uma escolha (respeito ao Livre Arbítrio) para a humanidade, em oposição a um ditador que precisamente nos diga o que fazer.

Isso está alinhado com muitas outras mensagens que permitem o crescimento espiritual e a evolução de uma espécie para assumir a responsabilidade de onde eles estão e se auto capacitar para fazer uma mudança, ao contrário de esperar por alguém para salvá-los. Esta é uma nota importante

O texto geral é coerente e inteligente, recorrendo a uma série de desafios difíceis que a humanidade enfrenta e não parece conter táticas de auto reforço ou de gratificação do ego que outras mensagens geralmente contêm.

A mensagem

Em uma soma final do acima, independentemente de a história de Eric ser um fato ou não, a mensagem a seguir ainda nos proporciona um grande valor. Eu digo isso porque não podemos saber com certeza se ele foi ou não o canal dessa mensagem, mas temos o controle e o poder de aproveitar a mesma.

Eu queria destacar algumas peças importantes para isso, que eu pensei que seream úteis para fornecer valor e coisas para refletir sobre quando lemos isso. Uma mensagem canalizada é apenas valiosa quando decidimos o que fazer com a informação e atuamos a partir de nosso interior:

Não somos meros observadores, somos consciências como você. Nossa existência é uma realidade, mas a maioria de vocês não a percebeu ainda porque permanecemos invisíveis aos seus sentidos e para os seus instrumentos na maioria das vezes”.

Desejamos preencher este vazio neste momento da sua história. Tomamos essa decisão coletiva do nosso lado, mas isso não é suficiente – também precisamos da sua decisão”. (Eles estão dizendo aqui que a humanidade deve estar aberta e pedir a comunicação com ETs se a quisermos.)

Uma grande onda de rolo compressor está no horizonte. Isso implica potenciais muito positivos, mas também muito negativos. Neste momento, as maravilhosas oportunidades de progresso ficam lado a lado com ameaças de destruição”. (Referindo-se à mudança na consciência, assista a um documentário sobre isso aqui .)

Estamos tristes de ver homens, mulheres e crianças sofrendo em tanto grau em sua carne e em seus corações quando eles têm uma luz interior intensa. Essa luz pode ser o seu futuro”. “Nossos relacionamentos poderiam se desenvolver por etapas.

Vários estágios de vários anos ou décadas ocorreriam: aparência demonstrativa de nossas espaçonaves, nossa aparência física ao lado dos seres humanos, colaboração em sua evolução técnica e espiritual, descoberta de partes da galáxia “.

Há muitos momentos memoráveis ​​no texto abaixo, mas que são um começo. Leiam e divirtam-se! 

Eric escreve: “… depois de ter aprendido a me projetar mentalmente para um lugar na presença de extraterrestres benevolentes, recebi a seguinte mensagem …” [Esta canalização foi traduzida do francês para o inglês por Dan Drasin , cineasta e pesquisador baseado em Marin].

Começa a mensagem:

Cada um de vocês deseja exercitar sua vontade livre e experimentar a felicidade. Seu livre-arbítrio depende do conhecimento que você possui sobre seu próprio poder. Sua felicidade depende do amor que você dá e recebe.

Como todas as raças conscientes nesta fase de progresso, você pode se sentir isolado no seu planeta. Esta impressão oferece uma certa visão de seu destino. No entanto, você está à beira de grandes distúrbios que apenas uma minoria TEM CONSCIÊNCIA.

Não é nossa responsabilidade modificar o seu futuro sem a sua escolha. Portanto, considere esta mensagem como um referendo mundial e sua resposta como uma cédula de votação. Nem seus cientistas, governantes, nem seus representantes religiosos falam com conhecimento sobre certos eventos aéreos e celestiais inexplicados que a humanidade testemunhou durante milhares de anos. Para conhecer a verdade, é preciso enfrentá-la sem o filtro de suas crenças ou dogmas, por mais respeitáveis ​​que sejam.

Um número crescente de pesquisadores anônimos está explorando novos caminhos do conhecimento e está ficando muito perto da realidade. Hoje, sua civilização é inundada com um oceano de informações, dos quais apenas uma pequena parte, a menos perturbadora, é notavelmente distribuída. Tenha em mente que o que na sua história pareceu ridículo ou improvável tornou-se possível, e depois se percebeu ser real – em particular nos últimos cinquenta anos.

Esteja ciente de que o futuro será ainda mais surpreendente. Você vai descobrir do pior, assim como o melhor. Muitos dos que estudam nossas aparições apontam para as luzes da noite, mas sem iluminar o caminho. Muitas vezes eles pensam em termos de objetos físicos quando se trata de seres conscientes.

Seres extraterrestres com aparência semelhante à nossa, conhecidos como Tall Whites (Nórdicos)

Quem somos nós?

Como milhares de outros nesta galáxia, somos criaturas conscientes que alguns chamam de “extraterrestres”, mesmo que a realidade seja mais sutil.

Não há diferença fundamental entre você e nós, exceto por nós já termos experimentado certos estágios da evolução.

Tal como acontece com qualquer outra sociedade organizada, existe uma hierarquia em nossos relacionamentos internos. O nosso relacionamento, no entanto, é baseado na sabedoria de várias raças. É com a aprovação desta hierarquia que nos voltamos para contatar vocês.

Como a maioria de vocês, estamos em busca do “Ser” Supremo ou do “Estado do Ser”.

Portanto, não somos deuses ou deuses menores, mas praticamente os seus iguais na Irmandade Cósmica. Fisicamente, somos um pouco diferentes de vocês, mas a maioria de nós também é humanoide.

Não somos meros observadores; somos conscientes como você. Nossa existência é uma realidade, mas a maioria de vocês não a percebeu ainda porque permanecemos invisíveis para os seus sentidos e instrumentos a maior parte do tempo.

Desejamos preencher este vazio neste momento histórico para voces. Nós tomamos essa decisão coletiva do nosso lado, mas isso não é suficiente – nós também precisamos do seu consentimento (respeito ao seu Livre Arbítrio).

Através desta mensagem você pode se tornar o tomador de decisão. Você, pessoalmente. Não temos nenhum representante humano na Terra que possa orientar sua decisão.

Por que não somos visíveis?

Em certos estágios da evolução, as “humanidades” cósmicas descobrem certos princípios científicos em relação à matéria. A desmaterialização e a materialização estruturada estão entre elas.

Sua humanidade conseguiu isso em alguns laboratórios, em estreita colaboração com outras criaturas extraterrestres – ao custo de compromissos (ACORDOS) perigosos que permanecem escondidos de vocês por alguns de seus representantes do seu governo.

Além dos objetos ou fenômenos aéreos ou espaciais conhecidos por sua comunidade científica como “OVNIs físicos”, existem naves espaciais essencialmente multidimensionais que possuem essas capacidades expandidas.

Muitos seres humanos têm contato visual, auditivo, tátil ou psíquico com tais naves – alguns dos quais, deve ser observado com cautela, pois estão sob a influência dos poderes ocultos que os governam, que muitas vezes denominamos “o terceiro”.

A relativa escassez de suas observações deve-se ao estado desmaterializado dessas naves. Sendo incapaz de percebê-las, você não pode reconhecer sua existência. Nós entendemos completamente isso.

Quando a maioria das observações ocorrem, elas são organizadas individualmente para tocar a alma individual e não influenciar ou interferir em qualquer sistema social organizado.

Isso é deliberado por parte das várias raças que os cercam, mas por uma variedade de razões e resultados. Para os seres multidimensionais negativos que fazem parte do exercício do poder na sombra da oligarquia humana, a discrição é motivada pelo desejo de manter sua existência desconhecida (e nossa civilização sob controle e manipulação).

Para nós, a discrição foi motivada pelo respeito do livre arbítrio humano que as pessoas podem exercitar para administrar seus próprios assuntos para que possam alcançar a maturidade do conhecimento e espiritual por conta própria.

No entanto, a entrada da humanidade na família das civilizações galácticas é muito esperada.

Podemos aparecer em plena luz do dia para ajudá-los a alcançar essa união, mas não o fizemos até agora, já que muitos de vocês realmente o desejaram por ignorância, indiferença ou medo, e porque a urgência da situação não justificou isso.

Quem é Você?

Você é a prole de muitas tradições que ao longo do tempo se enriqueceram mutuamente com as contribuições de cada um.

Seu objetivo é unir, ao respeitar essas raízes diversas, realizar um propósito comum, um projeto unido. As aparências de suas culturas ajudam a mantê-los separados porque vocês lhes dão uma importância muito maior do que você dá aos seus seres e potencial mais profundos.

A forma física,  foi considerada mais importante do que a essência de sua natureza sutil. Para os poderes no controle, essa ênfase nas diferenças de forma constitui um baluarte contra qualquer possibilidade de mudança positiva (evolutiva).

Agora você está sendo chamado para superar a identificação com a forma (aparência), respeitando-a pela sua riqueza, diversidade e beleza. Compreender a consciência por trás da forma nos permite amar todos os seres humanos em sua diversidade.

A paz não significa simplesmente não fazer guerra; consiste em tornar-se o que você, coletivamente, é na realidade: uma fraternidade.

As soluções disponíveis para conseguir isso estão diminuindo, mas uma que ainda poderia catalisá-lo seria o contato aberto com outra raça que refletisse a imagem do que você está em uma realidade mais profunda.

Exceto em raras ocasiões, nossas intervenções passadas tiveram intencionalmente pouca influência na sua capacidade de tomar decisões coletivas e individuais sobre seu próprio futuro.

Isso foi motivado pelo nosso conhecimento de seus profundos mecanismos psicológicos. Chegamos à conclusão de que a liberdade é construída todos os dias à medida que um ser se torna consciente de si mesmo e de seu ambiente, se livrando progressivamente, do controle, manipulação, das restrições e inercias, seja qual for.

No entanto, apesar das ações de numerosas almas humanas valentes e voluntárias, essas inércias foram mantidas com sucesso para o benefício de um poder controlador crescente e centralizado em seu planeta.

Qual é a sua situação?

Até recentemente, a humanidade vivia no controle satisfatório de suas decisões.

Mas está perdendo cada vez mais o controle de seu próprio destino, em parte devido ao crescente uso de tecnologias avançadas que afetam seu corpo, bem como sua mente e, eventualmente, terão conseqüências irreversivelmente letais para os ecossistemas terrestres e humanos.

Independentemente da sua própria vontade, sua resiliência irá diminuir artificialmente e você perderá lenta, mas certamente, sua extraordinária capacidade para tornar sua vida prazerosa. Tais planos estão sendo implantados por àqueles que os controlam.

Se uma reação coletiva de grande magnitude não acontecer, esse seu poder individual divino está condenado a desaparecer. O período vindouro deve ser de ruptura total.

Esta ruptura, no entanto, pode ser uma ruptura positiva com o passado, desde que mantenha vivo o poder criativo em você, mesmo que ele conserve, por enquanto, as sombrias intenções de seus possíveis senhores.

E agora? Você deve aguardar até o último momento para encontrar soluções? Você deve se antecipar ou sofrer mais dor?

Sua história nunca deixou de ser marcada por encontros entre povos cuja descoberta um do outro ocorreu em circunstâncias de conflito e conquista.

A Terra tornou-se uma aldeia onde todos conhecem todos os outros, mas os conflitos ainda persistem e as ameaças de todos os tipos pioram em intensidade e duração.

Os indivíduos que têm muitas capacidades potenciais não podem exercê-las com dignidade. Este é o caso da maioria de vocês, por razões que são essencialmente geopolíticas.

Há vários bilhões de vocês, mas a educação de seus filhos e suas condições de vida, bem como as condições de numerosos animais e muita vida vegetal estão sob o tacão de um pequeno número de seus “representantes” políticos, financeiros, militares e religiosos.

Seus pensamentos e crenças são modelados por interesses partidários, ao mesmo tempo que lhe dão a sensação de que você está no controle total do seu destino – o que, em essência, é a realidade, mas há um longo caminho entre um desejo e um fato quanto à verdade. As regras do jogo são mantidas ocultas.

Desta vez, você não é o conquistador. A propagação de informações tendenciosas é uma estratégia eficaz para manipular seres humanos. Induzir pensamentos e emoções, ou mesmo criar organismos, que não pertencem a você é uma estratégia ainda mais antiga.

Uma grande onda de rolo compressor está no horizonte de sua civilização. Isso implica potenciais muito positivos, mas também muito negativos. Neste momento, as maravilhosas oportunidades de progresso ficam lado a lado com ameaças de destruição total.

No entanto, você só pode perceber o que está sendo mostrado para você. A diminuição de muitos recursos naturais é inevitável e nenhum projeto de correção coletiva de longo prazo foi lançado. Os mecanismos de exaustão do ecossistema planetário ultrapassaram os limites irreversíveis.

A escassez de recursos cujo preço de custo aumentará dia após dia – e sua distribuição injusta – trará lutas fratricidas em larga escala, desde o coração de suas grandes cidades até entre os seus países.

Esta é a razão pela qual, mais do que nunca em sua história, suas decisões de hoje afetarão direta e significativamente sua sobrevivência amanhã.

O ódio cresce … mas também o AMOR. É isso que mantém você confiante na sua capacidade de encontrar soluções.

No entanto, os comportamentos humanos, formados a partir de hábitos e treinamentos (manipulados) passados, têm uma grande inércia que os leva a um beco sem saída. A massa crítica não foi alcançada, enquanto o trabalho de sabotagem está sendo realizado de forma inteligente e eficaz.

Você confia seus problemas aos seus “representantes” (políticos, religiosos, militares, artistas) cuja consciência do bem-estar comum desaparece inexoravelmente diante dos seus próprios interesses corporativistas em meio a corrupção generalizada levada a efeito pelos que controlam o sistema.

Esses servidores putativos das pessoas estão muito mais freqüentemente debatendo a forma do que o conteúdo. Apenas no momento da ação, os atrasos se acumulam até o ponto em que você deve se SUBMETER em vez de escolher.

Essa inércia é, em muitos aspectos, típica de qualquer civilização. Que evento poderia modificá-la radicalmente? De onde poderia surgir uma consciência coletiva e unificadora, para impedir que esta corrida cega continue?

Tribos, populações e nações humanas sempre se encontraram e interagiram umas com as outras. Diante das ameaças que pesam sobre a família humana, é talvez o tempo para que uma maior interação ocorra.

Existem duas maneiras de estabelecer um contato cósmico com outra civilização: através de representantes permanentes da civilização alvo ou diretamente com os seus indivíduos comuns.

O primeiro caminho envolve lutas de interesses, o segundo caminho traz consciência. O primeiro caminho foi escolhido por um grupo de raças motivado por manter a humanidade na escravidão, controlando assim os recursos da Terra, seu pool genético e manipulando a massa de energia emocional humana.

O segundo caminho foi escolhido por um grupo de raças aliadas com a causa do Espírito de Serviço. Alguns anos atrás, nos apresentamos a representantes da estrutura do poder humano, mas recusaram nossa mão estendida com base em interesses incompatíveis com sua visão estratégica.

É por isso que hoje os indivíduos devem fazer essa escolha individualmente por si mesmos sem que nenhum representante interfira. O que propusemos no passado para aqueles que acreditávamos estar com capacidade para contribuir para a sua felicidade, nós propomos agora – para você, pessoal e individualmente.

Poucos de vocês estão conscientes de que as criaturas inumanas estiveram envolvidas na centralização do poder em seu mundo e na sutil tomada do controle de sua civilização. Essas criaturas não se mantêm necessariamente no seu plano material, o que é precisamente o que poderia torná-las extremamente eficientes e assustadoras num futuro próximo.

No entanto, também esteja ciente de que alguns dos seus representantes estão de fato lutando contra esse perigo, que nem todas as abduções alienígenas são conduzidos em seu detrimento, e essa resistência também existe entre as raças orientadas para o domínio.

A paz e a reunificação de seus povos seria um primeiro passo para a harmonia com civilizações diferentes da sua. É precisamente o que aqueles que os manipulam nos bastidores querem evitar a todo custo porque, ao dividi-los, eles reinam e governam sobre voces.

Eles também reinam sobre aqueles que mais os governam visivelmente. A força deles vem da sua capacidade de infundir desconfiança e medo. Isso prejudica consideravelmente a sua natureza muito cósmica.

Esta mensagem não interessaria se a influência desses manipuladores não atingisse seu pico e se seus planos enganadores e assassinos não se materializassem dentro de alguns anos a partir de agora.

Seus prazos estão próximos do fim e a humanidade sofrerá dificuldades sem precedentes para os próximos dez ciclos [dez anos?]. Para defender-se contra esta agressão que não tem rosto, você precisa, pelo menos, de ter informações suficientes que apontem para uma solução.

Aqui novamente, a aparência e tipo de corpo não será suficiente para diferenciar o dominador do seu aliado.

No seu estado atual de desenvolvimento psíquico, é extremamente difícil para você distinguir entre ambos, os que os escravizam e os que querem ajudá-los em sua evolução. Além da sua intuição, o treinamento será necessário quando chegar a hora.

Estando ciente do valor inestimável do livre arbítrio, estamos convidando você para oferecer-lhes uma alternativa.

O que podemos oferecer?

Podemos oferecer-lhe uma visão mais holística do universo e da vida, das interações construtivas, da experiência de relações justas e fraternas, da libertação da dependência do conhecimento técnico (da tecnologia que nos enfraquece e ajuda a nos escravizar), da erradicação do sofrimento, do exercício disciplinado dos poderes individuais, do acesso a novas formas de energia e, finalmente, uma melhor compreensão da consciência.

Não podemos ajudá-lo a superar seus medos individuais e coletivos, ou trazer leis que vocês não teriam escolhido.

Você também deve trabalhar por conta própriaaplicar esforços individuais e coletivos para construir o mundo que deseja e manifestar o espírito para buscar novos céus e novas terras.

O que receberíamos?

Se você decidir que tal contato ocorra, nos regozijamos com a salvaguarda do equilíbrio fraterno nesta região do universo, trocas diplomáticas frutíferas e a intensa Alegria de saber que você está unido para realizar o que é seu potencial nato.

O sentimento de alegria é fortemente procurado no universo, pois sua energia é divina. Então qual é a pergunta que lhe fazemos?

E, quando o espírito imundo tem saído do homem-mulher, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra. Então diz: Voltarei para a minha “CASA”, de onde saí. E, voltando, acha-a desocupada, varrida e adornada. Então vai, e leva consigo outros SETE espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali (no homem-mulher, seu antigo e IRRESPONSÁVEL HOSPEDEIRO[A]); e são os últimos atos desse homem-mulher piores do que os primeiros. Assim acontecerá também a esta geração má”. – Mateus 12:43-45 – ATÉ QUANDO???

Você quer que nos mostremos?”

Como você pode responder a esta pergunta?

A verdade da alma pode ser lida telepaticamente, então você só precisa fazer claramente essa pergunta e dar sua resposta com clareza, por conta própria ou em grupo, conforme desejar.

Estar no coração de uma cidade ou no meio de um deserto não afeta a eficiência da sua resposta. Sim ou não.

Basta fazê-lo como se estivesse falando consigo mesmo, mas pensando na mensagem. Esta é uma questão universal, e estas poucas palavras, colocadas em seu contexto, têm um poderoso significado.

É por isso que você deve pensar com calma, em toda sua consciência. Para associar perfeitamente sua resposta à pergunta, recomenda-se que você responda após uma leitura cuidadosa desta mensagem.

Não se apresse em responder. Respire e deixe todo o poder do seu próprio livre-arbítrio penetrá-lo. Esteja alegre e contente do que você é! Então não deixe a hesitação entrar no seu caminho.

Os problemas cotidianos que vocês podem ter podem enfraquecê-los. Para vocês mesmos, esqueçam-nos por alguns minutos. Sintam a força que surgiu em vocês. Você está no controle de si mesmo!

Um único pensamento, uma única resposta pode mudar drasticamente o seu futuro próximo, de uma forma ou de outra. Sua decisão individual de perguntar ao seu ser interior sobre se devemos ser convidados a aparecer em seu plano material e em plena luz do dia é preciosa e essencial para nós.

Mesmo que você possa escolher a maneira que melhor lhe convier, os rituais per se são essencialmente inúteis.

Um pedido sincero feito com seu coração e sua própria vontade, sempre será percebido por aqueles de nós que somos enviados. Em sua própria sala de votação privada da sua vontade secreta, você determinará o futuro.

Qual é o efeito de alavanca?

Esta decisão deve ser feita pelo maior número possível entre vocês, mesmo que pareça uma minoria.

Recomenda-se que espalhem esta mensagem, de todas as modos previsíveis e possíveis, em tantas línguas quanto possível, para aqueles que os rodeiam, sejam ou não receptivos a esta nova visão do futuro.

Faça isso usando um tom ou uma nota humorística, se isso puder ajudar você.

Você pode se manifestar aberta e publicamente se isso fizer com que você se sinta mais confortável, mas não seja indiferente, pelo menos você terá exercido seu livre arbítrio.

Esqueça os falsos profetas e as crenças que lhe foram transmitidas sobre nós.

Este pedido é um dos mais íntimos que pode ser solicitado a você. Tomar uma decisão por si mesmo, como indivíduo, é seu direito, bem como sua responsabilidade. A passividade só leva à ausência de liberdade.

Da mesma forma, a indecisão nunca é eficiente. Se você realmente deseja se apegar às suas crenças, que é algo que entendemos, então com força, diga NÃO.

Se você não sabe o que escolher, não diga SIM por causa da simples curiosidade.

Este não é um show, esta é a vida quotidiana real. Nós existimos. Estamos vivos.

Sua história teve muitos episódios de quando homens e mulheres determinados foram capazes de influenciar o segmento de eventos, apesar do seu pequeno número.

Assim como um pequeno número é suficiente para tomar o poder temporal na Terra e influenciar o futuro da maioria, um pequeno número de vocês pode mudar radicalmente seu destino como resposta à impotência diante de tanta inércia e tantos obstáculos.

Você pode facilitar o nascimento da humanidade rumo à Fraternidade e Irmandade.

Um dos seus pensadores disse uma vez:

Me deem uma mão e eu elevarei a Terra”.

Espalhar esta mensagem será o fortalecimento da mão que espera. Seremos a alavanca de anos luz e vocês serão os artesãos para “criar a Nova Terra” como conseqüência da nossa interação.

Eu disse: Vós sois deuses, e todos vós filhos do Altíssimo”. –  Salmos 82:6

Quais seriam as conseqüências de uma decisão positiva para o contato?

Para nós, a consequência imediata de uma decisão favorável coletiva ao nosso contato seria a materialização de muitas espaçonaves, no seu céu e na Terra.

Para você, o efeito direto seria o abandono rápido de muitas “certezas e crenças”. Um contato visual simples e conclusivo teria grandes repercussões para o seu futuro.

Muito conhecimento seria modificado para sempre. A organização de suas sociedades seria profundamente transformada para sempre, em todos os campos de atividade.

O poder se tornaria individual porque você veria por si mesmo que nós somos seres vivos, não aceitando ou rejeitando esse fato pela palavra de qualquer “autoridade externa” que o controla mentalmente e pelo medo e divisão. Concretamente, você mudaria a escala de seus valores.

O mais importante para nós é que a humanidade formaria uma família única antes deste “desconhecido” que representaríamos!

O perigo desapareceria lentamente de suas casas porque você forçaria indiretamente os indesejáveis, aqueles que chamamos o “terceiro”, para se revelar e desaparecer. Vocês todos teriam o mesmo nome e compartilhariam as mesmas raízes: a humanidade.

Mais tarde, um intercâmbio pacífico e respeitoso seria assim possível se tal for esse o desejo. Por enquanto, aquele que está com fome não pode sorrir, aquele que tem medo não pode nos receber.

Estamos tristes de ver homens, mulheres e crianças sofrendo em grau tão elevado em sua carne e em seus corações quando eles têm uma luz interior. Esta luz pode ser o seu futuro.

Nossos relacionamentos poderiam se desenvolver em etapas.

Vários estágios de vários anos ou décadas ocorreriam: aparência demonstrativa de nossas naves, aparência física ao lado dos seres humanos, colaboração em sua evolução técnica e espiritual, descoberta de partes da galáxia.

Em cada etapa, novas opções seriam oferecidas a vocês.

Você então decidiria por si mesmo para entrar em novos estágios se você achar necessário para o seu bem-estar externo e interior. Nenhuma interferência seria decidida unilateralmente. Nós partiríamos logo que coletivamente voces decidissem que nós assim o fizéssemos.

Dependendo da velocidade para espalhar a mensagem em todo o mundo, várias semanas, ou mesmo vários meses serão necessários antes da nossa “aparição aberta”, se tal for a decisão tomada pela maioria daqueles que terão usado sua capacidade de escolher (Livre Arbítrio), e se esta mensagem receber o suporte necessário.

A principal diferença entre suas orações diárias para entidades de natureza estritamente espiritual e sua decisão atual é extremamente simples: nós estamos tecnicamente equipados para nos materializar em sua realidade.

Por que tal dilema histórico?

Sabemos que os “alienígenas extraterrestres” são considerados inimigos desde que encarnam o “desconhecido”. Em uma primeira etapa, a emoção que nossa aparência gerará fortalecerá seus relacionamentos em escala mundial.

Como você pode saber se nossa chegada é a consequência de sua escolha coletiva?

Pelo simples motivo de que, de outra forma, teríamos mostrado o nosso nível de existência. Se ainda não agimos assim, é porque você não tomou tal decisão de forma explícita.

Alguns entre vocês podem pensar que nós faríamos você acreditar em uma escolha deliberada sua para justificar nossa chegada, embora isso não seja verdade.

Se fosse esse o caso, qual o interesse que teríamos ao abrir abertamente o acesso a essas oportunidades em benefício do maior número dos habitantes da Terra?

Como você pode ter certeza de que essa ainda não é outra manobra sutil do “terceiro” para melhor escravizar você? Porque sempre se luta de forma mais eficiente contra algo identificado do que daquilo que esta mantido oculto.

O atual “terrorismo” que corrompe vocês não é um exemplo flagrante? Seja como for, você é o único juiz em seu próprio coração e alma. Seja qual for sua escolha, será respeitável e respeitada.

Na ausência de representantes humanos que potencialmente possam seduzi-los e colocarem-nos em erro, você ignora tudo sobre nós, bem como sobre aqueles que os manipulam sem o seu consentimento.

Na sua situação atual, o princípio da precaução que consiste em não tentar descobrir-nos já não prevalece. Você já está na caixa de Pandora (sistema de controle) que o “terceiro” criou ao seu redor. Qualquer que seja sua decisão, você terá que sair dela.

Em face de tal dilema, uma ignorância vai contra outra, você precisa perguntar a sua intuição. Você quer nos ver com seus próprios olhos, ou simplesmente acreditar no que suas “autoridades” dizem?

Essa é a verdadeira questão!

Depois de milhares de anos, um dia essa escolha seria inevitável: escolher entre duas incógnitas.

Por que espalhar essa mensagem entre vocês?

Traduzam e espalhem esta mensagem amplamente.

Related image

Vamos juntos LIBERTAR a TERRA da escravidão imposta pelos seres das TREVAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Essa ação afetará seu futuro de forma irreversível e histórica à escala de milênios. Caso contrário, adiará uma nova oportunidade para escolher até vários anos depois – pelo menos uma geração, se essa geração puder sobreviver.

Não escolher nada significa se submeter à escolha de outras pessoas (que controlam o sistema através do MEDO). Não informar os outros significa correr o risco de obter um resultado contrário às suas expectativas.

Permanecer indiferente significa desistir do uso DO SEU livre arbítrio.

É tudo sobre o seu futuro. É tudo sobre sua evolução. É possível que este convite não receba seu consentimento coletivo e será desconsiderado.

No entanto, nenhum desejo individual é ignorado no universo.

Imagine nossa chegada amanhã. Milhares de espaçonaves. Um choque cultural único na história da humanidade de hoje. Será tarde demais para se arrepender de não fazer uma escolha e espalhar a mensagem porque essa descoberta será irreversível.

Insistimos em que você não se apresse, mas pense nisso … E decida.

A grande mídia não estará necessariamente interessada em divulgar esta mensagem (pois é um instrumento de CONTROLE)É, portanto, sua tarefa CASO SINTA ASSIM, como um pensador anônimo, extraordinário e amoroso, para transmiti-la.

Você ainda é o arquiteto do seu próprio destino …

Vocês querem que nos apresentemos?”

Mensagem final

Lembre-se, use sua intuição para se conectar e sentir  essa mensagem e o que isso significa para você. Eu terminarei dizendo que a aceitação cega é tão inútil quanto o ceticismo cego.


NOTA de THOTH: Dirigida a TODOS QUE FALAM LÍNGUA PORTUGUESA, reflita rapidamente em seu INTERIOR  e se perceber que deve solicitar o contato, PEÇA, EM VOZ ALTA, GRITE À PLENOS PULMÕES, durante o nascer e o por do sol, pois nós temos o PODER de modificar a situação atual absolutamente CORROMPIDA  de nossa civilização. VIRALIZE o máximo possível esta mensagem caso você sinta que ela MEREÇA crédito. ATITUDE é FUNDAMENTAL nos momentos atuais e FINAIS deste ciclo. Muita LUZ E PAZ  a todos. 


Existem três coisas que não podem ser escondidas por muito tempo: a  Lua, o Sol e a VERDADE” – Sidhartha Gautama (Budha)

É de sua responsabilidade dedicar o máximo de tempo para a sua própria Libertação”.  Arcanjo Miguel

Tudo o que somos é o resultado do que pensamos. Se um homem-mulher fala ou age com um pensamento maligno, a dor o acompanhará como uma sombra. Se um homem-mulher fala ou age com um pensamento puro, a felicidade o segue, como uma luz que nunca o deixa”. – Budha  (Sidharta Gautama)


Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencionada a fonte

www.thoth3126.com.br

‘PROPICIAR UM LUGAR SEGURO PARA OS OUTROS É A RAZÃO DE ESTAREM NA TERRA’

Mensagem de Jesus através de John Smallman

15 de setembro de 2017

Só existe o Amor. Todos vocês sabem disso. Também sabem que todo o resto é ilusório e, no entanto, quase todos os dias, muitos de vocês, sem querer, se envolvem em julgamento dos outros – frequentemente envolvidos por suas próprias crenças e comportamentos enraizados que nem percebem que cometeram estes atos.

 

Diariamente, tirando um tempo para entrarem no altar sagrado e relaxar na Presença divina, que sempre lá está presente em cada um de vocês, o campo do Amor infinito e incondicional que é a verdadeira natureza suas, irá ajudá-los, se assim desejarem se tornar cada vez mais conscientes de como seus egos, constantemente, estão tentando distraí-los para não perceberem com os outros os veem.

 

Estar cientes de como os outros os veem, ajuda-os a tomar consciência de como seus egos funcionam, algo para o qual, provavelmente, prestam muita atenção, porque pensam, principalmente, em seus egoístas “Eus”. E este não é o caso, o egoísta “Eu” é, em grande parte, impulsionado por sentimentos e emoções e, geralmente, reage em vez de cuidadosamente responder e, estes, não são vocês.

 

Muitas pessoas, parecem viver no centro de seus próprios universos pessoais – o universo do ego – separados de todos os outros por suas próprias personalidades egoístas e egocêntricas. Estão tão envolvidos em suas próprias questões de autodefesa que a melhor forma de garantir sua segurança pessoal é a de que não podem conceber nenhuma opinião significativa além das suas. No entanto, estão constantemente buscando reconhecimento e aprovação dos outros.

 

A necessidade de ser correta e os outros errados, exceto, é claro, quando os outros estão de acordo com elas, é uma das principais causas do conflito em todo o mundo, desde relacionamentos individuais até relacionamentos internacionais.

 

Mas, quando pretendem e preferem viver amorosamente, viver e se envolverem com suas verdadeiras naturezas, verão que suas necessidades de julgamento irão enfraquecer e depois cairão, para serem substituídas pela compaixão, pela dor e sofrimento que veem nos outros. Quando se comportarem assim, quase nunca se encontrarão em situações de conflito e, aqueles com quem interagem, apreciarão e honrarão suas presenças, em vez de competirem com vocês pela aceitação e aprovação.

 

A verdadeira natureza cada um é o Amor, como estão constantemente sendo lembrados por inúmeras mensagens canalizadas e, no entanto, quase sempre, assim que terminam de ler uma dessas mensagens, ou muito pouco depois, e reconhecendo suas verdades, se esquecem e, mais uma vez, deslizam na inconsciência, na medida em que controlam suas vidas de volta para seus egos, para o piloto automático. Retornam para reagirem à vida, em vez de respondê-la com intenção focada, na medida em que seus cotidianos se desenrolam.

 

Muitas vezes, parece que, quando estão no mundo, em seus locais de trabalho, e mesmo, às vezes, em seus ambientes domésticos, que estão sob a ameaça de julgamento e desaprovação, na medida em que muitos dos outros com quem interagem nos mesmos ambientes, também, experimentam esses tipos de sentimentos.

 

Nesses ambientes, a falta de confiança é bastante palpável para todos os presentes e, cada pessoa está a alimenta-lo com a energia de seu próprio senso de inadequação – o medo – que se alimenta de delas mesmas. No entanto, se conscientemente puderem manter suas intenções de, apenas, serem Amor, verão que o estresse e a tensão, nesses ambientes diminuem, apenas com suas presenças.

 

Pretenderem ser apenas amorosos para, em seguida, engajarem-se amorosamente, irá trazer para a suas consciências a percepção de que seus espaços – o mundo pessoal de cada um – onde quer que estejam – na verdade, se torna bastante pacífico e, isso, é porque todos vocês são o Amor encarnado e o Amor é sempre gentil e pacífico.

 

Todos aqueles que estão lendo esta mensagem e outros de natureza semelhante, optaram por estarem na Terra, neste momento, como pessoas, para ajudarem no processo do despertar da humanidade, vivendo e se envolvendo com suas verdadeiras naturezas – o Amor – e, assim, trazendo a energia amorosa em suas interações diárias com os outros.

 

Os outros irão sentir a energia, embora possam, muito bem não saberem o que estão sentindo, se encontrarão relaxados em suas presenças, numa percepção de que estão num lugar seguro – seus espaços/mundos – e, consequentemente, irão se comunicar muito mais livres e facilmente.

 

É para isso que estão na Terra neste momento, para fornecer um espaço seguro para os outros, que não seja ameaçador e, de fato, seja acolhedor porque, quando as pessoas se sentem seguras, elas podem se abrir ao Amor e, é claro, ao campo do Amor divino que envolve a vocês, a todo o momento, pacientemente aguardando por suas aceitações.

 

Abrirem-se completamente para despertar. Mas, por causa de suas crenças e medos arraigados, abrir-se para o Amor leva tempo. Muitos acreditam que se serem amorosos, comportando-se e interagindo amorosamente com os outros, serão aproveitados por eles que são mais “espertos” e que serão enganados ou decepcionados.

 

E se uma experiência como essa realmente acontecer com elas, levará muito mais tempo para que novamente comecem a interagir amorosamente. E durante esse tempo, é bastante normal recuar, temporariamente, no aparente senso de uma necessidade de segurança, construindo defesas e optando por não confiar ou se envolverem amorosamente.

 

Claro que, nos reinos espirituais, todos têm guias e mentores cuidando constantemente, aguardando com expectativa que sejam solicitados para darem assistência, sempre extremamente dispostos a responder imediatamente às suas chamadas. Em caso de dúvida, chamem por eles.

 

E quando fizerem, com suas ajudas, intuitivamente poderão sentir quando alguém não estiver sendo totalmente honesto com vocês e, então, evitar uma interação insatisfatória. Existe uma grande diferença entre ser amoroso e ser crédulo e suas intuições são muito boas em entender isso e reconhecerem a diferença.

 

Então, o que eu estou lhes dizendo aqui hoje é que vocês são seres da Luz, filhos amados de Deus e que suas verdadeiras naturezas são, portanto, Amor. Está na Terra para se lembrarem disso e, a partir desse estado, sendo amorosos em todos os momentos e, ao fazê-lo – e há inúmeros números de vocês na Terra, no presente fazendo isso – aumentando e acelerando o processo de despertar da humanidade.

 

A humanidade que está para despertar, esteve profundamente adormecida por muito tempo e, vocês escolheram estar aqui demonstrando o Amor em ação, para assegurar que o despertar possa ocorrer sem problemas e com rapidez. Para isso, não podemos honrá-lo o suficiente, mas podemos lhes oferecer o nosso constante e amoroso apoio que, quando optam por pedir e aceitá-lo, é muito mais poderoso do que imaginam.

 

Sejam vocês, sejam Amor e saibam que estão ajudando enormemente a humanidade em seu processo de despertar.

 

Seu irmão amoroso,

 

Jesus.

 

John Smallman

Fonte: http://johnsmallman.wordpress.com/

Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

http://www.sementesdasestrelas.com.br/2017/09/jesus-propiciar-um-lu…

O AMOR É O ÚNICO E VERDADEIRO AMOR

Posted by Thoth3126 on 19/09/2017

coração-pulsando  A Grande Mãe, o planeta Terra, Gaia tem sido auxiliada em sua transição, ascensão para a quinta densidade através de feixes de energia altamente vibracionais (oriundos do Sol Central da Galáxia), o que resulta em um aumento significativo de sua frequência vibratória. Seus cientistas já puderam constatar as mudanças, mas não podem entendê-las (porque operam somente com o intelecto, apenas pensam, mas não conseguem – amar – SENTIR com o coração). A Humanidade está no final de um ciclo de limitação, e muitos no seu planeta estão despertando para o poder superior do Amor.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

EU SOU Emmanuel. Amados Irmãos, Hoje eu vim lhes falar sobre o único tesouro verdadeiro.

O Amor é a Fonte Original em perfeito Equilíbrio, o Amor é o Ponto Zero Universal, em que todos os opostos desaparecem. No seu Ponto Zero há um imenso silêncio porque, sem oposições, não há ego. O ego vive das polaridades e se alimenta do desequilíbrio. 

O Anahata, o Chakra cardíaco, o quarto, situado no coração humano, a sede do amor e equilíbrio e onde RESIDE a ALMA, o SER REAL em cada um..

O Amor é o Silêncio Divino. O Amor é uma oportunidade para crescer, para chegar aos níveis superiores de ser. O Amor é a frequência vibratória cósmica da harmonia de tudo com o tudo mais. O Amor é o aspecto mais puro e não distorcido da energia do Criador.

É uma frequência vibratória que contém as chaves que abrem as portas de Todos os Reinos do Céu. Mas você não pode ter a Chave; você só pode deixar que ela tenha você. No momento que você tenta ter a Chave, você se torna dual e desequilibrado. Entendam isto, vocês não podem manipular ou controlar o Amor.

Ele é que controla vocês, porque o Amor é soberano. Só há um meio de você ficar à disposição do Amor, e esse meio é projetar emoções/sentimentos positivos para a Matriz Cósmica. Cada momento que você passa sentindo emoções negativas e medo, seu campo energético diminui a frequência vibratória, privando você da possibilidade de estar em posse do Amor.

O processo de co-criação da sua realidade de terceira dimensão através de seus pensamentos ocorre assim: o modo como você pensa provoca o modo como você sente, o modo como você sente provoca o modo como você vibra, o modo como você vibra determina o que você atrai, e o que você atrai se materializa em sua realidade.

O Amor – como tudo – só chega a você a partir da qualidade das vibrações que você emite. Lembrem-se, o Universo é um local que ecoa, dando e recebendo simultaneamente. Nós dos Reinos Superiores vemos que nunca, desde o início da criação, houve um tempo no seu Planeta como este em que vocês vivem agora. É uma oportunidade única para a Terra e a Raça Humana.

Gaia tem sido auxiliada em sua transição para a quinta densidade através de feixes de energia altamente vibracionais, o que resulta em um aumento significante de sua frequência vibratória.

Seus cientistas podem constatar as mudanças, mas não podem entendê-las. A Humanidade está no final de um ciclo de limitação, e muitos no seu planeta estão despertando para o poder superior do Amor.

O Amor mudará você. E quando você muda, toda a vida muda junto. Esta é a alquimia da transformação.

A mudança da frequência vibratória do coletivo através da sua própria mudança pode parecer um empreendimento difícil, mas não é. Lá no fundo de todo o seu conhecimento, você sabe como fazer. 

As dificuldades se apresentam somente como degraus de pedra até as altitudes mais elevadas. Sem dificuldades, não haveria progresso e nem crescimento. 

Use o seu pensamento para criar sentimentos positivos; o pensamento de um só indivíduo alinhado com a alta frequência do Amor é mais poderoso que centenas de pensamentos desalinhados e egoístas.

Então, o poder de centenas de indivíduos conscientes projetando pensamentos positivos na consciência coletiva do planeta Terra aniquilará o pensamento-padrão de um milhão de indivíduos não-conscientes.

Mas, para realizar a transformação, vocês devem ser intrépidos, extremamente corajosos, destemidos, porque o medo nada mais é do que a ausência do Amor.  Estejam alertas, examinem profundamente tudo que os fazem ter medo e vocês verão desequilíbrio e ausência de Amor. Reivindiquem o seu Tesouro.

Deixem o amor ser o seu estado de Ser natural!

EU SOU Emmanuel…

©2009 Langa http://www.emmanuelmessages.com


O AMOR SUPORTA MELHOR A AUSÊNCIA OU A MORTE DO QUE A DÚVIDA OU A TRAIÇÃO”.  –  Andre Maurois

Acredito que pessoas aprendem com os próprios erros e com o tempo. Acredito também que quem traiu uma vez e foi perdoado vai trair de novo”. Clarice Lispector


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

www.thoth3126.com.br